Seis dos sete clubes que assinaram com a Turner (Esporte Interativo) para a transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro de 2019 mudaram o acordo para antecipar as receitas que seriam pagas apenas no final do ano. Dessa forma, Athletico-PR, Bahia, Ceará, Internacional, Palmeiras e Santos dividiram R$ 140 milhões. O único que não entrou na conta foi o Fortaleza, que possui um contrato diferente. As informações são do Blog do Marcel Rizzo, no UOL.

Arte: Máquina do Esporte

De acordo com a publicação, "os valores que seriam pagos por audiência e desempenho de cada uma das seis equipes na Série A, equivalente a 50% do total para a temporada, acabou dividido igualmente". Cada clube recebeu, portanto, cerca de R$ 23,3 milhões. Nesse valor, no entanto, não estão incluídas as luvas pela assinatura do contrato em 2015 e ainda um valor extra acertado este ano com Athletico-PR, Bahia, Ceará, Internacional e Santos, que reclamavam pelo fato de receberem menos que o Palmeiras. 

Vale lembrar que o contrato inicial assinado pelos clubes com a Turner estipulava que os R$ 140 milhões seriam repartidos 50% igualmente, 25% por audiência e 25% por desempenho. As duas últimas porcentagens, equivalentes a R$ 70 milhões, só seriam pagas com o término do campeonato, quando se saberia qual foi a audiência alcançada por cada um, assim como a posição final na tabela.

Os clubes, porém, pediram a antecipação do pagamento, dividindo igualmente o valor. Dessa forma, não importará, em termos financeiros com relação à Turner, a audiência gerada e a colocação ao final do torneio para os clubes. Alguns, inclusive, já utilizaram o dinheiro para quitar dívidas, segundo a publicação.

LEIA MAIS: Análise: Evolução do futebol breca nos velhos vícios dos clubes

Desde o início do Brasileirão deste ano, a Turner tem usado o canal de entretenimento TNT para transmitir as partidas em que dois dos sete times com quem tem contrato estejam envolvidos. Em nota também publicada pelo Blog do Marcel Rizzo, a Turner informou que "cumpre integralmente os seus contratos firmados e em respeito às cláusulas de confidencialidade, e aos clubes, não comenta essa relação por meio da imprensa".


Notícia Turner Esporte Interativo TNT Athletico-PR Bahia Ceará Internacional Palmeiras Santos receita transmissão mercado direitos de TV