Os clubes do Nordeste que disputam as Séries A e B do Campeonato Brasileiro lançaram, na tarde desta segunda-feira (21), uma campanha para reforçar a conscientização das pessoas sobre a poluição das praias do litoral nordestino brasileiro com óleo.

A iniciativa surgiu um dia após o Bahia lançar uma camisa com manchas negras alusivas ao vazamento de óleo e divulgar que vai leiloar as peças e destinar a verba arrecadada para ONGs que limpam as praias.

LEIA MAIS: Análise: Bahia entende o pluralismo do futebol

O movimento envolve Ceará, Fortaleza, CSA, CRB, Sport e Vitória, e só não tem o clube baiano exatamente por conta da camisa lançada na véspera. Desde a última quarta-feira (16), executivos de marketing dos sete clubes discutiam uma ação que poderia ser feita em conjunto para mobilizar a população em torno da causa.

Como o Bahia já vinha trabalhando a ideia da camisa e lançou o uniforme sem comunicar previamente o grupo, a relação entre alguns executivos azedou, segundo apurou a Máquina do Esporte. No fim, o Bahia acabou deixando as conversas, e os demais times organizaram o manifesto via redes sociais.

"O Nordeste está ainda mais unido contra o descaso que invade nossas praias. Manchamos nossas mãos, lamentamos pela vida marinha e pela beleza da nossa costa, vimos o avanço com tristeza, mas não medimos esforços para salvar a natureza da nossa região. Essa é uma luta de todos", diz o manifesto dos clubes.

Imagem da camisa que o CSA deve usar no Brasileirão (Foto: Divulgação / CSA)

Agora, cada um deles fará ações específicas para chamar ainda mais atenção para a questão. Na Série A, o CSA deve jogar com uma camisa manchada pelas mãos de trabalhadores que estão retirando o óleo das praias. Já o Ceará e o Fortaleza ainda estudam quais outras ações práticas farão para a campanha.


Notícia Bahia Marketing Gestão Bahia Ceará CSA CRB Fortaleza Sport Vitória