O Yeni Malatyaspor, clube que joga a primeira divisão do futebol da Turquia, chamou atenção do mercado esportivo nesta terça-feira (3). O motivo: a equipe fechou o primeiro contrato de patrocínio máster da história do futebol com uma empresa de criptomoeda.

Segundo a imprensa europeia, o acordo com a marca de bitcoin BtcTurk é válido apenas para a temporada 2019/2020 e valerá cerca de 7,5 milhões de liras turcas (R$ 5,45 milhões). O valor, no entanto, não é exatamente esse, já que dependerá do desempenho do time dentro de campo.

Outra prerrogativa do contrato é que a empresa passará a ter direitos de nome dentro do clube. Assim, a equipe disputará a Super Lig, como é batizada a primeira divisão turca, com o nome de BtcTurk Yeni Malatyaspor.

Foto: Reprodução / Twitter (@YMSkulubu)

"Com este acordo, demos um passo significativo para aumentar a conscientização em relação ao bitcoin e contribuir para o crescimento saudável da indústria de criptomoedas na Turquia", afirmou Özgür Güneri, CEO da BtcTurk.

"Acreditamos que o contrato de patrocínio da BtcTurk é muito valioso para o futebol turco. Estou certo de que este acordo trará um impulso significativo para nossa equipe e para o futebol turco nesta temporada", disse Adil Gevrek, presidente da Yeni Malatyaspor.

A imprensa europeia tem dado destaque à iniciativa do clube turco e chega a insinuar a possibilidade das empresas de criptomoeda serem a "nova sensação" do mercado do futebol após uma onda de sites de apostas on-line fechando patrocínios pelo mundo afora, em especial na Inglaterra.

Dentro de campo, após três rodadas da Super Lig, o Yeni Malatyaspor ocupa a 12ª colocação na tabela, com uma vitória e duas derrotas. A próxima partida será apenas no dia 15 de setembro, diante do Ankaragücü, fora de casa. 


Notícia Yeni Malatyaspor BtcTurk bitcoin criptomoeda patrocínio máster marketing mercado futebol turco