O Canal OFF lançará, neste domingo (8), uma cobertura inédita das finais do Mundial de Surfe (WSL) em Pipeline, no Havaí. Pela primeira vez, o canal fará uma cobertura multiplataforma em que acompanhará os bastidores da disputa que tem três brasileiros (Gabriel Medina, Ítalo Ferreira e Filipe Toledo) com chance de título.

O "Diário do Havaí" levará, entre 8 e 20 de dezembro, tudo sobre a última temporada do ano para o canal de TV, o aplicativo, o YouTube e para todos os perfis do OFF nas redes sociais, incluindo uma playlist no Spotify.

Foto: Reprodução / Instagram (@canaloff)

"Teremos cerca de 30 pessoas do Canal OFF envolvidas neste Diário. Seja aqui no Brasil, seja produzindo direto de Pipeline. Esse é um dos momentos mais aguardados do surfe mundial, e o Brasil tem chances reais de levar o campeonato, com três atletas nessa disputa. Vamos oferecer um olhar exclusivo sobre o Havaí e torcer para que o título seja verde-amarelo", afirmou Leonardo Campos, gerente de conteúdo do Canal OFF.

Na TV, a programação já começará neste sábado (7). Entre 14h e 19h30, o canal relembrará histórias com uma seleção especial de programas gravados no Havaí. No Spotify, a playlist "Partiu Havaí!" estará disponível a partir do domingo (8). O YouTube também terá vídeos com dicas de viagem e surfe no North Shore. Já o aplicativo concentrará vídeos exclusivos com histórias inspiradoras e playlists sobre atletas e lugares, enquanto o IGTV mostrará vídeos diretos de Pipeline. Por último, tanto o Instagram quanto o Facebook terão lives com melhores momentos, stories em tempo real dos bastidores e as melhores fotos e histórias do dia no feed.

"Este tipo de transmissão 360º, com conteúdos ao vivo ou praticamente em tempo real, é uma nova frente do canal. Estaremos presentes nos maiores eventos do universo outdoor com os Diários a partir de agora", completou Leonardo Campos.


Notícia Canal OFF Diário do Havaí mídia conteúdo multiplataforma cobertura surfe WSL