Bayern de Munique ergue taça do Campeonato Alemão

A Bundesliga terceirizou a venda dos direitos de TV do Campeonato Alemão para alguns países europeus. A agência MP&Silva anunciou a aquisição dos direitos audiovisuais do torneio para 34 países do velho continente para o período 2017/2021. Os valores envolvidos na negociação não foram divulgados.

“A Bundesliga é uma das três ligas mais fotes do mundo em termos de faturamento e uma das com melhor qualidade entre os esportes de alto nível. Estamos honrados de ter a plena confiança [dos dirigentes da liga alemã]”, afirmou Roberto Dalmiglio, diretor comercial da MP&Silva.

Não é a primeira vez que a liga alemã comercializa direitos para a agência de marketing. A MP&Silva já havia comprado os direitos de transmissão para o Japão. Agora, acrescentou a essa lista Albânia, Armênia, Azerbaijão, Belarus, Bósnia-Herzegovina, Bulgária, Cazaquistão, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslovênia, Finlândia, Geórgia, Grécia, Islândia, Macedônia, Malta, Moldava, Montenegro, Noruega, Portugal, Quirguistão, Romênia, Rússia, Sérvia, Suécia, Tadjiquistão, Turcomenistão, Turquia, Ucrânia e Uzbequistão, entre outros.

O acordo contempla tanto as plataformas de TV como streaming e dispositivos móveis. Além dos jogos da liga, também estão incluídos direitos sobre a Supercopa da Alemanha e programas especiais com resumos de jogos e melhores jogadas.

Os clubes alemães não são os únicos que apostam na agência para vender seus direitos de transmissão em mercados de dimensões reduzidas ou com alguma peculiaridade que dificultam a venda. A liga espanhola, a Série A TIM, da Itália, a Premier League e a Copa América, entre outras, já usaram dessa estratégia.

No total, o objetivo da Bundesliga é dobrar a arrecadação em nível internacional, alcançando € 300 milhões. No mercado doméstico, a liga alemã já assegurou contrato de € 1,16 bilhão anuais graças a novos acordos com Eurosport e Sky alemã.


Notícia Bayern de Munique Bundesliga MP&Silva Direitos de TV