Após a conquista do quarto título mundial pelos Estados Unidos, a Budweiser, patrocinadora da seleção, anunciou que estenderá o patrocínio para a modalidade com a Liga Nacional Feminina de Futebol (NWSL, na sigla em inglês).

O acordo fará com que a Bud se transforme na primeira marca de cerveja a patrocinar a NWSL. A marca terá direito ao title sponsor dos playoffs, do championship, torneio que define o campeão da liga, e dos troféus de melhor jogadora do campeonato e também do recém-criado melhor fã.

"Budweiser tem patrocinado o time nacional dos Estados Unidos por três décadas. Mas nós percebemos que tínhamos de fazer muito mais. Ao nos tornarmos patrocinadores oficiais da NWSL, não estamos apenas apoiando o futebol feminino a cada quatro anos, mas diariamente", afirmou Monica Rustgi, vice-presidente de marketing da Budweiser.

Atletas campeãs do mundo pelos EUA tomam cerveja após título - Foto: Twitter de Becky Sauerbrunn

Além do patrocínio ao torneio, a empresa fará um serviço de consultoria para as jogadoras que o disputarem. No período em que o campeonato estiver em férias, as atletas poderão participar de um programa de treinamento pós-carreira com executivos da Bud, com foco na indústria de esportes.

Até mesmo nos Estados Unidos a Copa do Mundo de 2019 é vista como um divisor de águas para o futebol no país. A expectativa é de que a liga feminina finalmente consiga ter sustentabilidade no longo prazo, tanto que além desse negócio com a Bud, o acordo de transmissão com a ESPN, firmado dias antes, foi bastante comemorado pela NWSL.

"O patrocínio da Budweiser é significativo e vai ajudar a ampliar a visibilidade e influência da liga, de nossas jogadoras e fãs. Essa ambição coletiva de promover o futebol feminino nos Estados Unidos só vai impulsionar ainda mais os esforços da NWSL, enquanto buscamos trazer a paixão pela Copa do Mundo para o cotidiano da liga", afirmou Amanda Duffy, presidente da NWSL.


Notícia Marketing Patrocínio Budweiser Futebol Feminino