A cerveja Brahma, patrocinadora da seleção brasileira, vem usando e abusando de mensagens em seu Twitter durante a Copa do Mundo. Muitas delas acabam sendo em tom de provocação, inclusive, e não foi diferente na atual fase do Mundial. Ainda mais pelo fato de o adversário também ser famoso por suas cervejas.

Assim que ficou definido que a Bélgica seria o próximo adversário da seleção comandada por Tite, a página da cerveja na rede social fez uma postagem com os dizeres “Nas quartas de final, um é o país da cerveja e do futebol. O outro é a Bélgica”.

Foto: Reprodução / Twitter (@BrahmaCerveja)

A provocação fica clara a uma seleção que vem apresentando um dos melhores futebóis do Mundial, apesar de ter sofrido para passar pelo Japão nas oitavas de final. Além disso, a Bélgica também é famosa por suas tradicionais cervejas. Para muitos, o país é considerado o “Paraíso das Cervejas”, por concentrar em um espaço pequeno, mais ou menos do tamanho do estado brasileiro do Ceará, mais de mil rótulos diferentes.

Esta não é a primeira vez que a Brahma provoca em seu Twitter. Já no amistoso contra a Alemanha, disputado no final de março e vencido pelo Brasil por 1 a 0, bem antes do início do Mundial, a marca tuitou uma ação feita em frente ao estádio do Mineirão, palco do famoso 7 a 1 da Copa de 2014, com os dizeres “O No 1 voltou”.

Já durante a Copa, a marca não perdoou a saída precoce da própria Alemanha após a derrota para a Coreia do Sul e lançou a mensagem “Hoje não!” em forma de Gif. Na ocasião, a marca da Ambev ainda lembrou que o Brasil permanecerá como o único pentacampeão do mundo.

Nas oitavas de final, após a vitória sobre o México, a Brahma também provocou com uma foto com a cena em que parece que os brasileiros comemoram um gol com o choro do personagem Quico, do seriado “Chaves”, um dos mais famosos produzidos pela dramaturgia mexicana. Os próprios jogadores do Brasil disseram, após o jogo, que o gesto não tinha nada a ver com o seriado, e sim com um jogo de videogame.


Notícia Brahma Twitter Copa do Mundo seleção brasileira futebol cerveja Bélgica marketing patrocínio mídia