Caption

O Botafogo entrou em campo, no último domingo, repleto de marcas na camisa. Assim como fez em 2015, o time tem usado o Campeonato Carioca para fechar uma série de aportes pontuais. Nesse fim de semana, foram cinco empresas na camisa alvinegra.

Papelex (patrocínio máster no peito e nas costas), ClimaRio (nas mangas), Algar (nas omoplatas), Samoc (na barra frontal) e AXA Seguros (na barra traseira) se espalharam na camisa do time.

Apesar de apostar nos pontuais, o time fala abertamente sobre o desejo de manter a Papelex no peito da camisa. A marca já esteve em outras partidas do time na temporada, inclusive na semifinal do Campeonato Carioca. Agora, o plano é esticar a parceria até o fim do Campeonato Brasileiro.

A Papelex também já deu mostras de algum interesse maior. A empresa colocou no Twitter há poucos dias uma mensagem relacionada ao clube: “Em um relacionamento sério com Botafogo FR”, brincou a comunicação da companhia.  

Na última temporada, pelo menos um acordo rendeu um contrato maior. Após fazer um pontual, a Guaraná Mix fechou até o fim do ano um patrocínio no ombro da camisa.

O excesso de pontuais chegou a causar polêmica em 2015, quando o Botafogo fechou um acordo com a Casa & Vídeo. O uniforme, o time anunciou um secador de cabelo por R$ 49. No segundo tempo, fez “promoção” pela camisa e diminuiu o preço do produto para R$ 39.


Notícia Botafogo Botafogo Patrocínio Pontual Estadual do Rio Final