O Botafogo enfrentou o Internacional no último domingo (27), no Maracanã, com as listras da camisa número 1 da equipe invertidas. A intenção foi realizar um protesto contra o racismo e mostrar que a cor não importa no esporte. Os jogadores também entraram em campo carregando uma faixa especialmente para a ação.

"O foco do Botafogo, com isso, foi mostrar para o público que no futebol as cores pretas e brancas são uma só, não fazem diferença. Nosso objetivo é convocar a torcida, não só do Botafogo, mas todas as torcidas do mundo, para vestirem a camisa da luta contra o preconceito racial no esporte", contou o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção.

Os torcedores também podem participar da campanha colocando uma foto com seus rosto em um modelo virtual da camisa especial, por meio de um hotsite. "Desta forma o botafoguense pode, por meio de seus canais de mídias sociais, divulgar sua imagem e assim entrar na luta contra o racismo, com a hashtag #somosumsó", finalizou o presidente do clube.

O uniforme foi produzido pela Puma apenas para a ação e não será vendido nas lojas, em respeito ao estatuto do time. Botafogo e Internacional empataram a partida em 2 a 2.


Notícia Botafogo botafogo internacional racismo marketing campeonato brasileiro