O Boca Juniors decidiu lançar uma concorrência para definir o novo fornecedor de material esportivo do clube, que desde 1996 veste Nike. A decisão foi tomada depois que venceu o prazo de exclusividade que a marca americana tinha para renegociar o contrato, que acaba este ano.

Segundo o diário Clarín, Adidas, Puma e New Balance mostraram interesse e propuseram um contrato menor do que dez anos, que era o tempo mínimo que a Nike queria.

Como o Boca gostaria de um período menor de vigência e espera ganhar mais dinheiro de um outro fornecedor, o clube preferiu abrir concorrência para ouvir propostas. Por contrato, a Nike ainda pode igualar a oferta e permanecer dentro do clube, mas a relação entre as duas partes não é tão amistosa assim.

A entrada da Adidas reforçaria a estratégia da marca no país. A fornecedora alemã já é patrocinadora da seleção argentina e, também, do River Plate, time que rivaliza com o Boca como maior torcida local.

Já a Puma teria com o clube xeneize a mesma estratégia que vem sendo aplicada mundialmente. A marca tem concentrado esforços em praticamente um clube por país, mas que tenha grande apelo popular. No Brasil, a empresa veste o Palmeiras. Na Itália, o Milan. Na Alemanha, o Borussia Dortmund. O Boca seguiria essa estratégia global.

Para a New Balance, o Boca representaria a entrada no futebol sul-americano. A marca, que é forte no mercado de corrida de rua, tem o Liverpool como seu principal ativo dentro do futebol. O Boca seria a maior força dela na América Latina.


Notícia Boca Juniors Marketing Patrocínio Boca Juniors Adidas New Balance Nike Puma