Um contrato encerrado na temporada 2007/2008 custará 57,2 milhões de euros (cerca de R$ 174 milhões) ao Barcelona. O clube catalão foi condenado pela Justiça a pagar esse montante à empresa de televisão Sogecable, com quem manteve uma parceria desde 2003. Por esse acordo, a Sogecable desembolsou um montante fixo ao Barcelona. Em troca, o clube se comprometeu a direcionar para a empresa as receitas internacionais geradas por suas equipes de futebol, basquete e handebol. O problema é que o Barcelona destinou à Sogecable apenas as receitas advindas dos direitos televisivos das competições da Uefa. Na Justiça, a empresa conseguiu o direito de receber 57,2 milhões de euros por publicidade e direitos de imagem (49,3 milhões de euros de indenização e 16% de impostos). O Barcelona já avisou que não vai recorrer da decisão. Em vez disso, espera receitas que tem de receber da Telefónica e do canal catalão TV3 para gerar um montante suficiente para sanar a dívida com a Sogecable.


Notícia Marketing