O Banco Inter usou o jogo do São Paulo contra o Athletico Paranaense, no domingo, para ativar a marca de 300 mil correntistas torcedores do clube. A partida, que teve transmissão da TV Globo, foi usada pelo banco para reforçar o número alcançado na última semana de emissão de 300 mil cartões “Morumbi”, exclusivos de torcedores do São Paulo.

Número foi parar na barra da camisa / © Divulgação

Para ativar a marca, o banco entregou a 300 correntistas, simbolizando os 300 mil que emitiram o cartão, uma camisa comemorativa especial. Além disso, antes do início da partida, representantes do banco receberam uma camisa autografada com o número 300 às costas. Por fim, o time jogou com a frase “300 mil clientes” na barra traseira da camisa.

“Nós realizamos esse patrocínio esportivo para poder fazer ações de branding que mexem com a paixão das pessoas. O São Paulo foi escolhido porque tem tradição e uma torcida muito forte no estado e em todo o país”, afirma Priscila Salles, diretora de marketing e CRM do Banco Inter.

Atualmente, o banco tem 3,7 milhões de clientes, o que confere ao São Paulo cerca de 10% dessa base. O banco firmou em abril de 2017 o contrato de três anos de patrocínio que dá ao clube, além de um valor fixo pela exposição de marca, royalties de 50% do resultado das transações realizadas pelos clientes são-paulinos no débito e no crédito.

O modelo, pioneiro no esporte brasileiro, foi depois replicado por BMG, BS2 e Digi+ em patrocínios firmados no começo de 2019 com clubes, causando uma invasão de bancos digitais no patrocínio máster dos clubes brasileiros.


Notícia São Paulo Marketing Gestão Patrocínio São Paulo Banco Inter