A Copa Libertadores realiza nesta quarta-feira (23) seu último jogo no Brasil na edição de 2019 da competição. E, na partida derradeira, algumas marcas finalmente decidiram ativar o patrocínio ao torneio e a Flamengo e Grêmio, que decidirão no Maracanã quem enfrentará o River Plate na final do dia 23 de novembro.

LEIA MAIS: Análise: Ativar torneio só no fim é jogar dinheiro fora

Os torcedores presentes ao estádio carioca receberão cartões vermelhos com informações sobre o que é assédio à mulher e como denunciá-lo pelos números da Central de Atendimento à Mulher (180) e do Disque-Denúncia (190).

Essa é a primeira das iniciativas ligadas à partida. Encabeçado pela Mastercard, o projeto leva o nome #ElaVaiTorcer e tem como objetivo dar mais força às mulheres que sofrem assédio. Além da ação em campo, foi lançado um manifesto em vídeo composto por depoimentos de mulheres que frequentam estádios. Influenciadores também usarão a hashtag da campanha até a final do torneio.

Foto: Reprodução / Mastercard

"Nossa campanha faz alusão a um símbolo de expulsão no jogo de futebol para representar o assédio como uma atitude proibida. Buscamos empoderá-las com as informações necessárias para que possam denunciar qualquer tipo de assédio, seja ele físico ou verbal, e para que todas possamos torcer por nossos times como e onde quisermos. Também buscamos trazer informações aos homens para que entendam que assédio não é somente um toque, mas também um olhar, uma palavra ou uma piada sem graça", disse Sarah Buchwitz, vice-presidente de marketing da Mastercard.

Quem também ativará a semifinal brasileira é o Fox Sports, que detém os direitos de transmitir o jogo com exclusividade na TV paga. A emissora, que promoveu no final de semana a exibição da taça da Libertadores num shopping no Rio de Janeiro, promete uma cobertura especial da partida, com direito a 24h de material unicamente sobre o jogo decisivo no meio da programação do seu principal canal.

Além disso, o Fox Sports e o Fox Sports 2 transmitirão simultaneamente a partida. Mas, diferentemente do primeiro jogo da semifinal, em que uma transmissão foi focada só no Flamengo, agora ela será "neutra", com ex-atletas dos dois times.

Outra empresa que vai pegar carona no jogo, mas que vê o torneio patrocinado por uma concorrente, é a Brahma. A marca da Ambev promete dar uma rodada de cerveja de graça num bar em Porto Alegre e em outro no Rio de Janeiro quando o VAR for acionado pela arbitragem dentro de campo. Durante o tempo que o jogo parar, a cerveja será grátis. Batizada de "Open VAR", a iniciativa é uma forma de a marca fazer uma emboscada em cima da Amstel, patrocinadora da competição.


Notícia Libertadores Flamengo Grêmio Mastercard Brahma Fox Sports assédio violência mulher ação ativação marketing patrocínio mercado