Jogadores do PSV comemoram o título holandês 

A Philips deixará a camisa do PSV Eindhoven dando fim a um dos patrocínios mais longevos da história das camisas de futebol. A empresa holandesa estampa seu logo no uniforme do atual campeão holandês desde 1982, quando esse tipo de patrocínio surgiu na camisa do clube.

O contrato atual termina em 2016, e a multinacional holandesa admitiu que o fim da parceria seria iminente de acordo com os novos objetivos da empresa. Segundo a imprensa local, o atual compromisso rende entre € 5 milhões e € 7 milhões por temporada ao PSV.

O fim do contrato representa um problema adicional ao clube, que já estava atrás de um parceiro para preencher a parte de trás da camisa, sem apoiador desde a saída da Freo, na temporada passada.

A ligação entre o PSV e a Philips é antiga. O clube foi fundado em 1913 por funcionários da empresa de aparelhos eletrônicos, com sede em Eindhoven. A sigla PSV, aliás, é Philips Sport Vereniging (Associação Esportiva Philips, em tradução livre).

Campeão holandês após golear o Heerenveen por 4 a 1, o PSV já anunciou o fim da parceria com a Nike após 20 anos. A partir da temporada 2016/2017, a Umbro será a fornecedora de material esportivo do clube, dono de 22 títulos nacionais na Holanda.

A não renovação se deveu ao fato de o PSV esperar um contrato mais polpudo, que não foi oferecido pela multinacional norte-americana. O acordo atual, assinado em 2009, é válido por seis temporadas e gera US$ 7 milhões anuais.


Notícia PSV Eindhoven PSV Philips Patrocínio Nike Umbro