Apresentação dos patrocínios da Chevrolet, em 2013.

A Chevrolet não renovará os patrocínios aos campeonatos estaduais de 2015. A empresa mantinha contrato com 22 federações, mas confirmou à Máquina do Esporte que os aportes serão descontinuados no próximo ano já que a empresa fechou com a CBF para ser parceira da seleção brasileira e do Campeonato Brasileiro.

Dessa forma, ficou evidente o uso político dos estaduais. Em 2013, a marca foi levada aos campeonatos pelo presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo Del Nero. O Campeonato Paulista havia sido o primeiro a fechar com a Chevrolet, ainda em 2012.

Na época, o dirigente era candidato a presidente da CBF. O patrocínio levado às confederações aumentou o seu prestígio para as eleições e, com amplo apoio, conseguiu ser candidato único. Um oponente só poderia surgir caso tivesse suporte formal de cinco clubes e oito federações. Marco Polo Del Nero assume a presidência da CBF, oficialmente, em abril de 2015.

Já eleito presidente, o vice de José Maria Marin fechou finalmente o contrato da Chevrolet com a CBF; a marca entrou no lugar da Volkswagen, que mantinha contrato com a entidade até a Copa do Mundo deste ano.

Além do apoio à seleção brasileira, a Chevrolet apareceu neste ano como patrocinadora do Campeonato Brasileiro. No entanto, desta vez não houve evento de lançamento e nem veículos espalhados pelo gramado. Nem mesmo o site da CBF se refere ao torneio pelo seu novo nome, presente em uma placa nos campos: Brasileirão Chevrolet. 


Notícia Chevrolet Patrocínio Estaduais