De que forma promover o esporte para o público? A melhor resposta talvez esteja em analisar o que é feito pelos americanos no Super Bowl.

A transformação do jogo decisivo da temporada do futebol americano num evento de uma semana é o que existe de melhor exemplo de como o esporte precisa ser visto como uma plataforma de entretenimento.

O NFL Experience existe desde 1992. Ele foi o desenvolvimento natural de uma liga que já tinha percebido que o torcedor precisava ter mais chance de ter contato com o esporte além de ver o jogo pela TV.

“Torcedores de todos os times vão ao Super Bowl. As pessoas andam pelos lugares com a camisa dos seus times. É uma festa de celebração do esporte”, explicou Ricardo Fort, head de marketing global da Visa.

A partir do momento que a NFL decide transformar seu produto no mais interessante evento para o lazer das pessoas, ela consegue mudar de patamar a relação do esporte com público, mídia e patrocinadores.

Mais do que a final da NFL, o Super Bowl representa o amor da pessoa por aquele esporte. E esse é o ponto em que tratar o esporte como entretenimento faz total diferença.

A NFL não apenas olha o fanático e oferece a ele um evento. Ela se preocupa em falar com toda a família ao promover um evento. E essa talvez seja a grande chave que o restante das modalidades ainda não tenha percebido. Para o evento crescer, ele precisa deixar de ser só um jogo.

Só assim ele é capaz de gerar mais engajamento das pessoas e, assim, aumentar o valor percebido pelas marcas dos benefícios de se investir.


Notícia Super Bowl NFL Evento Competição Entretenimento