O governo de São Paulo, a EY, a WeWork e o Allianz Parque assinaram um memorando de entendimentos para a construção do maior projeto de empreendedorismo e inovação no esporte já feito no país. A Arena Hub, como o local foi batizado, funcionará no Allianz Parque, em área que será erguida nos próximos meses e tem previsão de conclusão até março de 2020.

O projeto prevê a construção de dois andares de um prédio de escritórios que será gerenciado pela WeWork, a exemplo do que é feito no Cubo, projeto capitaneado pelo banco Itaú. A Arena Hub tem como meta abrigar cerca de mil profissionais da indústria do esporte, criando um ambiente favorável ao desenvolvimento de startups para ampliar o uso da tecnologia para oferecer soluções ao mercado.

Foto: Divulgação

"No começo do ano, o governador nos procurou pedindo um projeto inovador de esporte como plataforma de transformação social. Fomos atrás e estudamos o que é feito em Madri com o GSCI e em Paris com o Station F, e vimos que não havia nada desse gênero por aqui", disse Pedro Daniel, líder da indústria do esporte na EY.

De acordo com o executivo, o projeto é o maior do mundo envolvendo a indústria do esporte e do entretenimento. A base para a criação do modelo da Arena Hub são os projetos do Global Sports Innovation Center, bancado pela Microsoft em Madri, e do Station F, que tem a Adidas como mantenedora, em Paris.

No Brasil, o projeto da Arena Hub está em busca de patrocinadores. Os valores das cotas vão de R$ 50 a R$ 600 mil mensais, segundo apresentação obtida pela reportagem da Máquina do Esporte. A ideia é que as empresas possam ter exposição de marca e, também, se aproveitar do ecossistema de inovação criado.

De acordo com Pedro Daniel, o projeto terá como base três pilares: capacitação, e-Sports e engajamento de torcedores. O projeto de capacitação consiste em realizar o maior número de eventos para a profissionalização da indústria. Já os e-Sports trazem o conceito de inovação dentro do esporte, enquanto a área para engajamento de fãs tem como princípio trazer soluções de relacionamento com o consumidor do mercado para a indústria esportiva brasileira.

"Temos esses três princípios básicos, mas ao todo são nove áreas de atuação, com diferentes focos. O propósito é desenvolver a indústria esportiva no Brasil, com um projeto que é o maior do mundo no esporte e entretenimento, afinal pretendemos reunir cerca de mil pessoas dentro da Arena Hub", finalizou Pedro Daniel.


Notícia Arena Hub Allianz Parque EY WeWork governo indústria esporte entretenimento mercado tecnologia gestão inovação marketing