O Airbnb, plataforma comunitária on-line de anúncios e reservas de acomodações e hospedagens, fechará patrocínio global com o Comitê Olímpico Internacional (COI) até os Jogos Olímpicos de Los Angeles 2028. A informação é do jornal americano Sports Business Journal.

De acordo com a publicação, representantes do Airbnb estiveram presentes na reunião anual dos patrocinadores do COI na Suíça, no mês passado. A ideia da empresa seria concentrar o patrocínio na linha de "experiências", criada em 2016 e que consiste em atividades únicas guiadas por moradores locais, em que os anfitriões compartilham seus conhecimentos, habilidades e acesso exclusivo a lugares e comunidades da região que os hóspedes não conseguiriam encontrar sozinhos.

Foto: Reprodução

O Sports Business Journal deixa claro ainda que essa estratégia do Airbnb no possível acordo com o COI não infringiria os negócios tradicionais de hotelaria e hospedagem que a entidade exige das cidades anfitriãs para sediarem uma edição dos Jogos Olímpicos.

Os valores da negociação não foram revelados, mas o jornal fala em algumas dezenas de milhões de dólares. O último acordo assinado com o COI foi protagonizado pela gigante do setor de refrigerantes Coca-Cola e a produtora chinesa de laticínios Mengniu. O contrato conjunto de 11 anos com a entidade valerá US$ 3 bilhões.

Se a informação se confirmar, não será a primeira vez que o Airbnb fecha uma parceria com uma organização esportiva. No ano passado, a plataforma se uniu à World Surf League (WSL), apresentando e oferecendo mais de 75 experiências relacionadas ao surfe.

Atualmente, 13 empresas compõem o programa TOP de patrocínio do COI, obtendo direitos exclusivos de categoria para os Jogos, o próprio COI e os comitês olímpicos nacionais. São elas: Alibaba, Atos, Bridgestone, Coca-Cola, Dow, General Electric, Intel, Omega, Panasonic, P&G, Samsung, Toyota e Visa. 


Notícia Airbnb Jogos Olímpicos Los Angeles 2028 patrocínio plataforma marketing estratégia mercado experiências hospedagem