“Vice-presidente da United States Sports Academy fala sobre a influência da tecnologia para a gestão do esporte”

TJ Rosandich
Foto TJ Rosandich TJ Rosandich é vice-presidente da United States Sports Academy. Além das funções administrativas, ele é responsável por tecnologia e pelos programas de extensão internacional da instituição. Em 1989, Rosandich formou-se em gestão do esporte pela própria academia. Dez anos depois, obteve doutorado em educação na mesma instituição. Em 1994, depois de uma incursão pela Arábia Saudita, onde foi diretor-geral da empresa esportiva Saudi Arabian Sports, ele passou a fazer parte do estafe da Academia. Como membro da Academia, ele aparece entre os professores de estrutura esportiva, finanças do esporte, operação e manutenção de equipamentos esportivos, marketing, relações públicas e aplicação de tecnologia da informação na gestão esportiva. Além do trabalho como professor, Rosandich desenvolve ações sociais. Ele faz parte da comissão esportiva do Alabama; da comissão de gestão e administração do conselho internacional de saúde, educação física, recreação, esporte e dança; da Federação Internacional de Esporte para Todos (FISPT), do comitê esportivo da Associação Nacional de Diretores de Atletismo e da Associação de Ensino a Distância dos Estados Unidos.

Número do dia

R$ 510 mi

Foi a arrecadação do Flamengo em 2016; cerca de 60% desse valor foi com verba de televisão (R$ 297 milhões)

Autoline

Patrocinado por


Banner

Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Fluminense acerta parceria com patrocinador da Fifa
2Palmeiras e Adidas lançam novo uniforme em Dia do Goleiro
3Palmeiras iguala melhor audiência na Libertadores 2017
4Por entrega a parceiros, Globo reforça Cartola
5Adidas perde para marca dinamarquesa a bola da Bundesliga
6'El Clásico' dá liderança isolada ao Fox Sports
7Peugeot apresenta carro com a marca de Roland Garros
8361º aposta em atleta e produto para crescer no Brasil
9Nuzman fica em último lugar em eleição da Odepa
10Análise: Desafio de Nuzman é no Brasil