“Presidente do Minas Tênis Clube diz que a busca pela inovação e o marketing ativo com o associados podem mudar a cara do mercado de clubes formadores do país”

Sérgio Bruno Zech Coelho
Foto Sérgio Bruno Zech Coelho Formado nas categorias de base do Minas Tênis Clube, Sérgio Bruno Zech começou sua carreira esportiva na natação, e foi convidado a jogar vôlei quando tinha 17 anos. Pelo time profissional do clube, foi campeão brasileiro e chegou à seleção nacional. A dificuldade em sobreviver do esporte, no entanto, fez ele se afastar das quadras, optando pela economia. Nessa área, adquiriu experiência em marketing e planejamento e atual em empresas de vários setores, como Cimetal, Grupo Tratex e a Bolsa de Valores de Minas. No Minas, entrou para a diretoria em 1971. Depois disso, foi diretor de judô, vôlei e financeiro, até chegar à vice-presidência e à presidência em meados da década de 1990. Fora do clube, ainda foi secretário de Estado de Esportes de Minas Gerais do governo Itamar Franco de abril de 2000 a dezembro de 2002. Além disso, foi diretor executivo do Atlético Mineiro de julho de 2003 a abril de 2004.

Número do dia

18 milhões

de reais será a premiação ao campeão brasileiro deste ano; CBF divulgou os valores do torneio na última quinta-feira (19).

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1WGP Kickboxing substitui ring girls por pacientes curadas em ação do Outubro Rosa
2Fundo de investimento faz proposta de 335 milhões de euros pelo Newcastle
3De olho em Kaká, New Balance e Adidas lutam para vestir o São Paulo
4Santos se aproxima da Umbro e deve deixar Kappa
5Twitter e NBB anunciam primeiro Live Streaming de esportes no Brasil
6Estado Islâmico ameaça Copa do Mundo, e Fifa liga alerta
7Band se aproxima de acordo para ter Copa do Mundo
8Corinthians fecha mais um patrocínio para pré-jogo
9Análise: Clubes voltam ao tradicional na relação com marcas
10Sky fecha com federação paulista e terá marca nos árbitros