“A gente quer trabalhar nessa linha de Fair Play na comunicação da Copa. É uma mudança que vai haver no país”

Sebastião Bomfim Filho
Foto Sebastião Bomfim Filho

Sebastião Bomfim Filho é o fundador do Grupo SBF, detentor das marcas Centauro, By Tenis e Almax Sports e operador das lojas Nike Store no Brasil. Em 1981, aos 26 anos de idade, Bomfim fundou a Centauro, uma loja de artigos esportivos em Belo Horizonte (MG). Mineiro de Caratinga, Bomfim trabalha desde os 9 anos de idade, quando saía da escola e ia junto com o pai auxiliar na loja de tecidos que ele possuía. O trabalho foi retribuído com um cavalo, presente que o menino havia pedido quando completou 9 anos. Aos 16 anos, quando o pai morreu, Bomfim passou a assumir parte dos negócios que a família tinha. Aos 22, tornou-se representante em Minhas Gerais de uma fábrica de balanças paranaense. O dinheiro arrecadado na representação comercial fez o empreendedor decidir ter a própria fábrica de balanças, mudando-se então para Belo Horizonte. Aos 26 anos, o negócio de Bomfim deu errado, segundo ele pelo descuido no fluxo de caixa. Com US$ 10.500 no bolso após quitar todas as dívidas e vender a fábrica de balanças, ele passou dois meses estudando qual negócio iria montar. Casado e já com um filho, Bomfim decidiu embarcar na onda do culto à atividade física que teve seu primeiro salto no Brasil no início dos anos 80. Em 1981, após fazer uma análise de campo em Belo Horizonte, o empreendedor decidiu fundar uma loja de artigos esportivos. A ideia era mudar o conceito do que deveria ser uma loja do segmento. Para começar, resolveu abrir a loja no bairro Savassi, um dos mais nobres de BH, acabando com a ideia de que loja de esporte só pode existir nos centros comerciais. Além disso, colocou carpete na porta e um vitrinista para montar a exposição da entrada. Com pouco dinheiro, Bomfim conseguiu desconto na confecção do mobiliário da primeira loja ao auxiliar o marceneiro na construção das peças. Assim, ainda no primeiro semestre de 1981, ele abriu a primeira loja Centauro. O grande salto do negócio, porém, foi no ano seguinte, graças a um problema de encalhe de estoque enfrentado por ele. Com pouco dinheiro quando abriu a loja, Bomfim não teve recursos para comprar muitos agasalhos. O frio que fez no inverno de 1981 criou um problema para a Centauro. Sem estoque, os agasalhos se esgotaram, e os clientes ficaram sem o produto. Em 1982, para se precaver, Bomfim comprou bastante agasalho, mas o inverno não foi tão rigoroso naquele ano. Com o produto encalhado, uma noite ele decidiu ir a uma costureira e cortar as mangas de três agasalhos. O produto chegou à loja e se esgotou rapidamente. A partir dali, todo o estoque foi retalhado, e a loja começou a crescer. No fim dos anos 90, a Centauro já era uma rede com 22 lojas em Minas Gerais, Rio de Janeiro e Brasília. Foi então que Bomfim decidiu criar o conceito de megaloja para esporte dentro de shoppings. O negócio, porém, só conseguiu ser colocado em prática no início dos anos 2000, quando a Centauro ocupou um amplo espaço no Shopping West Plaza, em São Paulo, o primeiro a aceitar o projeto do executivo. A partir dali deu-se o novo salto da Centauro, que ajudou a fazer com que o negócio de Bomfim se diversificasse. Hoje, o Grupo SBF tem mais de 230 lojas em 23 estados do Brasil. Em diversas entrevistas, Bomfim diz que pretende se aposentar ao fim da Copa do Mundo de 2014. Resta saber se os planos não vão se alterar depois da experiência com o patrocínio ao Mundial.


Número do dia

R$ 510 mi

Foi a arrecadação do Flamengo em 2016; cerca de 60% desse valor foi com verba de televisão (R$ 297 milhões)

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Conar suspende campanha de sócios do Flamengo
2Em parceria com Guarulhos, Corinthians anuncia time masculino de vôlei
3Com Djokovic, Lacoste volta a ter presença no tênis
4Athletic Bilbao troca Nike por New Balance
5Dono do Olympiacos compra Nottingham Forest
6Análise: Qual o limite para o marketing no esporte?
7COB acerta contrato com fornecedora de equipamentos de treino
8Clubes apostam em planos populares para atrair sócios
9Superliga Chinesa renova contrato de title sponsor
10Inter estreia em casa com campanhas do clube e da Nike