“Ex-presidente do Atlético-MG mantém aposta no esporte ao usar o segmento como arma para consolidar posição do BMG no mercado”

Ricardo Guimarães
Foto Ricardo Guimarães Ricardo Guimarães é oriundo de uma das famílias mais ricas e poderosas de Minas Gerais. Filho de Flávio Pentagna Guimarães, que diluiu seu investimento em diversas áreas ? gado, plantação de café e uma fábrica de enlatados, por exemplo ?, ele sempre teve uma vida profissional atrelada a iniciativas de grande porte. Foi sob o comando de Guimarães que o BMG atingiu, no início deste século, o título de líder do país em empréstimos pessoais e crédito consignado, segmento em que atua desde 1998. O banco aposta em uma estrutura enxuta, na qual as vendas são feitas por consultores espalhados pelo país. Além disso, faz negócios com juros baixos e em uma faixa de público de baixa inadimplência. A ligação da família de Guimarães com o setor financeiro começou com o avô do atual presidente, que em 1930 fundou o Banco de Crédito Predial. O atual presidente é o quarto da família na linha de sucessão das iniciativas no setor financeiro. No entanto, Ricardo Guimarães ganhou destaque no mundo esportivo bem antes de o BMG ampliar seu investimento nesse segmento. Apaixonado pelo Atlético-MG, o presidente da instituição financeira ocupou também o comando do clube alvinegro. Substituiu Nélio Brant e permaneceu no cargo até o início da gestão de Ziza Valadares.