“Presidente da Lei de Incentivo ao Esporte avalia início da legislação e perspectiva de cenário para a próxima década”

Ricardo Cappelli
Foto Ricardo Cappelli Ricardo Cappelli é o presidente da Lei de Incentivo ao Esporte, principal iniciativa do governo federal para o fomento da prática de atividades físicas no país. Regulamentada em 3 de agosto de 2007, a legislação oferece às empresas que declaram imposto de renda pelo lucro real a possibilidade de investir até 1% do valor em projetos aprovados pelo Ministério do Esporte. Entre 2007 e 2008, houve 676 projetos aceitos (416 no primeiro ano, 260 no segundo), com mais de R$ 150 milhões captados ? desse total, apenas 30% efetivamente viraram investimento de empresas. A história de Cappelli no esporte, contudo, não se limita à presidência da legislação. O advogado também exerceu uma série de cargos no Ministério do Esporte antes de chegar ao cargo atual. Além disso, Cappelli tem carreira na política. Militante do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), foi presidente da União Nacional dos Estudantes entre 1997 e 1999 e concorreu ao cargo de vereador no Rio de Janeiro em 2008.

Número do dia

R$ 510 mi

Foi a arrecadação do Flamengo em 2016; cerca de 60% desse valor foi com verba de televisão (R$ 297 milhões)

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Asics apresenta no Rio novos uniformes da seleção de vôlei
2Robinho encerra imbróglio com Nike e fecha contrato com Adidas
3Sem Libertadores, Flamengo bate recorde na Copa do Brasil
4Análise: Estádio novo já é diferencial no mercado brasileiro
5Adidas lança bola de ‘despedida’ da Bundesliga
6Grupo Globo tem novo diretor para negociações no esporte
7Por entrega, piloto da Stock Car vira empreendedor
8Globo celebra números recordes do Cartola FC
9Após 19 anos de Olympikus, Asics é nova parceira de vôlei brasileiro
10NBB amplia patrocínio com conteúdo no Facebook