Foto Rafael Plastina Rafael Plastina, 33 anos, é gerente de marketing, comercial e desenvolvimento da Informídia Pesquisas Esportivas desde julho de 2004. Antes de iniciar sua carreira no marketing esportivo, Plastina se formou em 1995 em direito na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Até 1998, foi advogado na cidade de Salvador, onde nasceu. Neste ano, cansado da carreira na advocacia, o executivo decidiu estudar em Barcelona, na Espanha, durante nove meses. Fez um MBA em marketing na cidade e, então, foi para os Estados Unidos, onde cursou durante dois anos um MBA em administração esportiva e gestão de arenas na Universidade de Ohio. De volta ao Brasil em 2002, Plastina deparou-se com uma realidade diferente da vivida nos Estados Unidos, em que a indústria do esporte estava mais bem desenvolvida. "A volta para o Brasil foi bastante traumática. A expectativa da indústria do esporte nos Estados Unidos é totalmente diferente. Você vive um mundo de fartura, de negócios, oportunidades, dinheiro. Você fica meio que inebriado com essa realidade, e eu voltei para o Brasil com essa expectativa de conseguir uma boa colocação logo, com um bom salário", afirma o executivo, que ao chegar ao país e não conseguir colocar em prática o que aprendeu na Universidade decidiu montar uma empresa de marketing esportivo, a Score Sport Business. Pouco depois, na metade do ano, Plastina assumiu o cargo de gerente de marketing do Vitória, para viver uma experiência que, nas suas palavras, equivaleram a um mestrado. "O ano que passei no Vitória aprendi muito mais do que nos três anos que estive no exterior", diz. Um ano após a experiência no Vitória, Plastina voltou para São Paulo, onde trabalhou durante quase um ano na TNS Sport, empresa que mede o retorno de mídia no esporte. Depois de sair da empresa, foi convidado pela concorrente Informídia para assumir o cargo de gerente de marketing, comercial e desenvolvimento, sendo responsável principalmente pela reestruturação da área de marketing da empresa.

Número do dia

40 mil

reais foi a multa recebida pelo Flamengo pelas confusões de torcedores no jogo contra o Cruzeiro, pela Copa do Brasil.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Dallas Cowboys, da NFL, é a equipe esportiva mais valiosa do mundo
2Guaraná Antárctica assina com Gabriel Jesus por 4 anos
3Nike lança novas camisas da NBA e inova com aplicativo conectado
4Análise: Estádio novo com cabeça velha não dará resultado
5Lindt faz ativação e promove encontro com Roger Federer na Suíça
6Aston Martin deve fechar patrocínio de nome da Red Bull na F1
7Atlético-MG dispensa shopping e aprova construção de estádio
8Aplicativo de inteligência artificial cria campanha de superação no esporte
9Análise: Após Rio 2016, esporte precisa se tornar sustentável
10ATP fecha patrocínio platinum com JP Morgan para ATP Finals