“A Copa do Mundo, quando eu comecei a desenvolver o programa, não era um produto global”

Patrick Nally
Foto Patrick Nally Nascido em 1947, Patrick Nally começou a trabalhar como garoto de recados de uma agência de publicidade, segmento em que desenvolveu a primeira fase da carreira. Nally juntou a experiência obtida no mercado de publicidade com o conhecimento de Peter West, que era comentarista esportivo na rede BBC. Os dois fundaram no início da década de 1970 a West Nally, grupo que tinha como meta o uso do esporte como plataforma de comunicação. A companhia gravitou em diferentes modalidades esportivas até chegar ao futebol, ainda na década de 1970. Nally conheceu o brasileiro João Havelange, então presidente da Fifa, por intermédio de Horst Dassler, da Adidas. Da aproximação com Havelange surgiu a ideia de unir a Coca-Cola à Copa do Mundo de 1978, que seria disputada na Argentina. O problema: não havia um projeto de marketing para o torneio e não havia parâmetros para um acordo desse tipo. Coube à West Nally, portanto, o desenvolvimento do primeiro plano de marketing da Fifa, que alicerça o comportamento da entidade até hoje. O projeto surgiu para atender à demanda da Coca-Cola em 1978, mas foi ampliado em 1982. Nally também foi conselheiro do Comitê Olímpico Internacional (COI), trabalhou em campanhas de modalidades que tentavam entrar no programa olímpico e ajudou o fracassado projeto do Japão para postular a Copa do Mundo de futebol de 2022. Em diferentes caminhos e com diferentes abordagens, o esporte sempre fez parte da carreira de Nally. Atualmente, ele detém o direito exclusivo e oficial de usar no Reino Unido o título de "pai do marketing esportivo moderno".

Número do dia

900 milhões

de euros deve faturar o Barcelona neste ano, um incremento de 40% em relação à temporada passada; meta é de chegar a 1 bilhão em 2021.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Copa do Nordeste é primeiro torneio do continente a ter produtos licenciados
2Osasuna fecha com Hummel e é mais um a substituir Adidas
3Patrocínio da Petrobras é destaque em lançamento de novo carro da McLaren
4Centauro patrocina amistoso do Barcelona em Pernambuco
5Entre abertas e pagas, Brasil Open fecha com quatro emissoras
6Band abre mão de Copa, que só terá Globo na TV aberta
7Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
8Desodorante Axe, da Unilever, fecha com rivais Boca Juniors e River Plate
9Empresa de bebidas energéticas pode comprar Force India, da F1
10Alfa Romeo Sauber acerta patrocínio da Claro na F1