“Marca originária do futebol, Adidas volta a sua estratégia de marketing para a NBA e mira atletas brasileiros no exterior”

Megan Compain
Foto Megan Compain Nascida na Nova Zelândia em 18 de setembro de 1975, na cidade de Wanganui, Megan Compain construiu sua carreira como jogadora de basquete. Aos 16 anos, Megan deixou seu país e se mudou para os Estados Unidos, com o objetivo de se tornar atleta. Aos 16, ela atuou durante dois anos em equipes da High School americana. Depois, graduada, seguiu para a Universidade, onde defendeu por mais quatro anos a equipe de sua faculdade. Em 1997, tornou-se a primeira atleta da Nova Zelândia a jogar na WNBA, a liga feminina de basquete dos EUA. Em 98, jogou na Alemanha e, no ano seguinte, se aventurou na Finlândia. Em 2000, teve a primeira experiência olímpica, disputando e terminando em oitavo lugar nos Jogos de Sydney. Aos 25 anos, a atleta deixou as quadras e passou a se dedicar ao marketing esportivo na And 1 Basketball Marketing Co, empresa americana que faz trabalhos ligados à NBA. Em 2003, após três anos na empresa, ela voltou a jogar basquete profissionalmente, desta vez no País de Gales. A intenção de Megan com isso foi readquirir a forma para disputar os Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. Com a experiência adquirida na And 1, após terminar em 11° lugar na competição olímpica, Megan se transferiu para a Adidas, para se tornar gerente global de marketing para esportes de quadra, principalmente o basquete. "O fato de eu ter sido jogadora de basquete sem dúvida que me ajudou. Sempre quis trabalhar na Adidas. Depois de ter passado na And 1 comecei a conhecer as pessoas e com isso uma coisa levou a outra e consegui chegar lá", relembra a executiva.

Número do dia

R$ 11,3 mi

É o prêmio do Campeonato Brasileiro para o segundo lugar neste ano; quatro equipes ainda lutam pela posição.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Grêmio joga por título e por faturamento de 2016
2Conmebol faz exposição da taça em estádios da final
3Bridgestone celebra uso de branded content na Libertadores
4Asics relança camisas históricas de seleção de vôlei
5Análise: Streaming é realidade no mundo, mas não no Brasil
6Uber ativa Grêmio e Inter com jogo entre passageiros
7Goodyear renova com Nascar, e parceria deve chegar a 70 anos
8Duelo entre Nike, Adidas e Under Armour tem novo capítulo na NBA
9Vice-presidente da Televisa é assassinado na Cidade do México
10Estrella Galicia imita alemães ao comemorar taça corintiana