“Dona da fabricante Champs explica como pretende entrar no mercado do futebol e compara início ao de Bill Gates”

Mari Leandrini
Foto Mari Leandrini Bacharel em matemática, Mariceli Leandrini herdou a indústria de confecção da família, a P. Leandrini. Durante alguns anos, a empresa se especializou em confeccionar produtos para outras marcas, que utilizavam a sua estrutura para venderem no mercado nacional. Com a experiência adquirda, a executiva criou a marca Champs, especializada em uniformes de futebol. Na última semana de novembro de 2008, a empresa ganhou espaço no mercado esportivo ao fechar contrato de patrocínio com o Vasco por R$ 23 milhões em três anos e meio, desbancando a Reebok. Mari Leandrini é, atualmente, dona da Champs e cuida de toda a parte administrativa da indústria da família, que hoje só se dedica à marca do futebol.

Número do dia

10 milhões

de reais espera faturar o São Paulo com o aluguel do estádio do Morumbi para shows musicais no segundo semestre deste ano.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Adidas supera Jordan e persegue Nike em vendas de tênis nos EUA
2Neymar vende 4 mil camisas por dia desde que chegou ao PSG
3Relatório: Quase metade das franquias da NBA perde dinheiro
4COB apresenta Peak, que premiará atletas com medalhas
5Marcas esportivas apostam em celebridades no Brasil
6Nike lança novas camisas da NBA e inova com aplicativo conectado
7Guaraná Antárctica assina com Gabriel Jesus por 4 anos
8Vitória do Corinthians rende 2ª melhor audiência à Globo na temporada
9TOP 10 – Os dez clubes de maior destaque na última década
10Flamengo e Fluminense se unem por estádios próprios