“A empresa está mais robusta, e obviamente o montante investido passa a ser muito maior”

Leonardo Linden
Foto Leonardo Linden Com formação pela Kellogg School of Management, da Universidade de Northwestern, sediadas nos Estados Unidos, Leonardo Linden está atrelado à empresa que deu origem à Raízen desde fevereiro de 2005. À época, o executivo era assessor global de produtos da ExxonMobil. Após passar pela assessoria global de estratégia e pelo cargo de gerente de transição, viu a Cosan comprar da ExxonMobil, em abril de 2008, os ativos da marca Esso no Brasil. Em novembro de 2008, então, Linden passou ao posto de diretor de marketing da Cosan, quando, em setembro de 2009, assumiu a vice-presidência de marketing da companhia. Em junho de 2011, depois de Cosan e Shell anunciarem a criação de joint-venture no Brasil, denominada Raízen, o executivo passou a ocupar a diretoria executiva de marketing e estratégia da Raízen, dona das marcas Esso e Shell no país.

Número do dia

8,5 milhões

de euros cobra o Barcelona de Neymar, pelo valor de luvas dado ao jogador para a renovação com o time, em 2016.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Juventus fecha parceria com Segafredo por três anos
2Análise: Uruguai não deveria sediar a Copa do Mundo
3Amstel cria promoção para levar fãs à final da Libertadores
4Globo terá exclusividade de transmissão da Euro 2020 em todas as plataformas
5Esporte se levanta contra repercussão de Sportflix
6Ponte Preta terá patrocínio no número da camisa
7Fluminense recria plano "Tricolor de Coração" para sócios-torcedores
8Usain Bolt abrirá rede de restaurantes jamaicanos no Reino Unido
9Botafogo mantém patrocínio pontual com Óticas Diniz para enfrentar Flamengo
10Corinthians exalta liderança em estudo com redes sociais do esporte mundial