“A empresa está mais robusta, e obviamente o montante investido passa a ser muito maior”

Leonardo Linden
Foto Leonardo Linden Com formação pela Kellogg School of Management, da Universidade de Northwestern, sediadas nos Estados Unidos, Leonardo Linden está atrelado à empresa que deu origem à Raízen desde fevereiro de 2005. À época, o executivo era assessor global de produtos da ExxonMobil. Após passar pela assessoria global de estratégia e pelo cargo de gerente de transição, viu a Cosan comprar da ExxonMobil, em abril de 2008, os ativos da marca Esso no Brasil. Em novembro de 2008, então, Linden passou ao posto de diretor de marketing da Cosan, quando, em setembro de 2009, assumiu a vice-presidência de marketing da companhia. Em junho de 2011, depois de Cosan e Shell anunciarem a criação de joint-venture no Brasil, denominada Raízen, o executivo passou a ocupar a diretoria executiva de marketing e estratégia da Raízen, dona das marcas Esso e Shell no país.

Número do dia

18 milhões

de reais será a premiação ao campeão brasileiro deste ano; CBF divulgou os valores do torneio na última quinta-feira (19).

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1WGP Kickboxing substitui ring girls por pacientes curadas em ação do Outubro Rosa
2Fundo de investimento faz proposta de 335 milhões de euros pelo Newcastle
3De olho em Kaká, New Balance e Adidas lutam para vestir o São Paulo
4Santos se aproxima da Umbro e deve deixar Kappa
5Twitter e NBB anunciam primeiro Live Streaming de esportes no Brasil
6Estado Islâmico ameaça Copa do Mundo, e Fifa liga alerta
7Band se aproxima de acordo para ter Copa do Mundo
8Corinthians fecha mais um patrocínio para pré-jogo
9Análise: Clubes voltam ao tradicional na relação com marcas
10Sky fecha com federação paulista e terá marca nos árbitros