Foto José Neves Filho O pernambucano José Neves Filho é formado em direito. De sua profissão surgiu a ligação com o futebol. Em 1973, Neves Filho passou a trabalhar como advogado do Santa Cruz, seu clube do coração. No clube pernambucano, o advogado teve de trabalhar no caso Mazinho, o primeiro jogador flagrado no exame antidoping. Depois do caso, Neves Filho seguiu como advogado do clube até 1980, quando saiu por "questões políticas". Em 1985 o dirigente retornou ao clube como presidente, num momento de crise do Santa Cruz, que acabara de desfazer o colegiado de seis presidentes que se alternaram no poder entre 73 e 84, época em que o clube foi pentacampeão estadual e construiu seu estádio. Em 20 de abril de 85, aos 34 anos, assumiu o cargo como o mais novo presidente do clube. Ele permaneceu no cargo máximo do Santa Cruz até 1988, regressando por mais um biênio, em 93-94. Em 1997 e 2001 Neves Filho teve novas passagens pelo clube. Em cargos na direção, ele acabou ficando por um breve período nas duas ocasiões. A volta à presidência do clube aconteceu em 2003. No ano passado ele teve de deixar o cargo para assumir a presidência da Futebol Brasil Associados (FBA), gestora da Série B. Atualmente, Neves Filho é também o presidente do Conselho Deliberativo do Santa Cruz, que neste ano retorna à Série A do Campeonato Brasileiro.

Número do dia

350 mil

euros deve receber cada jogador da Alemanha por uma eventual conquista da Copa do Mundo de 2018, disse a federação alemã.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Disney compra parte da Fox em transação bilionária e cresce no esporte
2Globo bate recorde de audiência no RJ com o Flamengo
3Análise: Fox decide abrir mão de briga do streaming
4Puma vibra com conquista do Independiente na Sul-Americana
5Corinthians fecha com Kalunga para Beach Soccer
6Corinthians amplia contrato com a Nike até 2029
7Bundesliga cria regra, e clubes terão funcionários dedicados aos torcedores
8Fifa ameaça tirar a Espanha da Copa do Mundo de 2018
9Mineirão quer receber eventual final única da Libertadores em 2019
10Análise: Final marca de vez a crise do Maracanã