“Presidente da CBT diz que entidade não fez nada para aproveitar Era Guga e que pretende usar atleta para promover o esporte”

Jorge Lacerda da Rosa
Foto Jorge Lacerda da Rosa Formado em Direito, Jorge Lacerda da Rosa tem um escritório em Florianópolis, atualmente comandado por seu irmão, também advogado. Em 2004, assumiu a presidência da Confederação Brasileira de Tênis (CBT). Nascido na cidade de Tubarão, em Santa Catarina, iniciou sua trajetória no esporte aos nove anos, quando começou a jogar tênis. Conquistou o tricampeonato estadual, participou de diversas competições nacionais e disputou os Jogos Abertos do Interior de São Paulo. A militância política no tênis teve início com o cargo de diretor de 1a classe da federação catarinense. Dois anos depois, sem que o presidente da entidade tivesse conseguido fazer seu sucessor, decidiu sair do esporte. A volta ao tênis coincidiu com o retorno à direção da entidade do grupo político que comandava a modalidade em Santa Catarina na época em que foi diretor da FCT. Novamente na liderança, Jorge Lacerda da Rosa ajudou na organização de duas Copas Davis no estado. Além disso, implantou o tênis comunitário na região.

Número do dia

R$ 500 mil

Cobrou a concessionária do Maracanã para a realização do Fla-Flu no estádio; jogo acabou transferido para Brasília.

Bradesco

Patrocinado por


Banner

Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Análise: Marcas não fogem de quem dá retorno
2Barcelona quer ‘festa’ em jogos do Camp Nou
3Chapecoense consegue valorização nos direitos de TV
4Manchester City quer ter filial no Uruguai
5Após escândalos, Brasil e Uruguai vivem momentos distintos
6Ponte usa humor e interação para crescer em rede social
7Confederação de rúgbi renova com mais um patrocinador
8Fórmula 1 lança serviço de viagem customizada
9NBA veta descanso de jogadores durante temporada regular
10Parceiros comerciais trazem troféus de Copa e da Premier League ao Brasil