“Diretor do Grupo Dass diz que marcas devem trabalhar mais a mídia e afirma que atuação do grupo no Brasil tem reflexos no comportamento das marcas no exterior”

Francisco Machado
Foto Francisco Machado Formado em administração de empresas, com especialização em marketing, Francisco Machado começou sua carreira profissional longe do esporte. Durante quase duas décadas, passou pelo banco Noroeste, pela alimentícia Danone e pela têxtil Hering, na qual permaneceu durante dez anos. Sua entrada no mundo do futebol aconteceu em 1992, quando foi trabalhar na Umbro do Brasil. Passou pelos cargos de diretor de marketing e assessor da presidência até assumir o comando da marca no país. No topo, tornou-se um dos quatro nomes do marketing dos ingleses no mundo. Em 2000, a Umbro foi vendida para a empresa Clássico (que depois se transformaria em Dass), e Machado deixou o grupo. Voltaria a trabalhar no setor em 2006, quando acertou com o grupo Dass.

Número do dia

900 milhões

de euros deve faturar o Barcelona neste ano, um incremento de 40% em relação à temporada passada; meta é de chegar a 1 bilhão em 2021.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Copa do Nordeste é primeiro torneio do continente a ter produtos licenciados
2Osasuna fecha com Hummel e é mais um a substituir Adidas
3Patrocínio da Petrobras é destaque em lançamento de novo carro da McLaren
4Centauro patrocina amistoso do Barcelona em Pernambuco
5Band abre mão de Copa, que só terá Globo na TV aberta
6Entre abertas e pagas, Brasil Open fecha com quatro emissoras
7Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
8Desodorante Axe, da Unilever, fecha com rivais Boca Juniors e River Plate
9Empresa de bebidas energéticas pode comprar Force India, da F1
10Alfa Romeo Sauber acerta patrocínio da Claro na F1