“O que a gente foca para cada estádio é uma preocupação ambiental e financeira”

Danilo Carvalho
Foto Danilo Carvalho Daniel Carvalho é a cabeça por trás de quatro dos doze projetos de estádios para a Copa do Mundo no Brasil. O arquiteto tem 18 anos de experiência na conceituação, desenvolvimento e gerenciamento de projetos para equipamentos esportivos como Estádios, Centros de Treinamentos, Quadras Poli-Esportivas e equipamentos para competições esportivas. Assumiu o grupo Stadia, do qual é o sócio-fundador, em 2005, após a empresa ficar nas mãos de um grupo inglês. Formado em arquitetura e pós-graduado em administração de empresas, Carvalho se especializou em estruturas esportivas, uma intimidade que começou há quase vinte anos, quando esteve presente na Secretaria e Esportes e Turismo de São Paulo. Posteriormente, trabalhou na Philips onde foi Arquiteto e Lighting Designer responsável por projetos luminotécnicos para estádios e complexos esportivos.

Número do dia

R$ 510 mi

Foi a arrecadação do Flamengo em 2016; cerca de 60% desse valor foi com verba de televisão (R$ 297 milhões)

Autoline

Patrocinado por


Banner

Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Por entrega a parceiros, Globo reforça Cartola
2Adidas perde para marca dinamarquesa a bola da Bundesliga
3Combate muda conteúdo para sair de nicho e crescer
4Peugeot apresenta carro com a marca de Roland Garros
5Adidas faz campanha online por uniforme do Flamengo
6Casa Palmeiras terá presença e ídolo e transmissão de jogo da Libertadores
7Análise: Marketing precisa coibir o marqueteiro
8Internacional põe sócios-torcedores para entregar camisa a reforço
9No meio do jogo, Neymar troca chuteira feita pela Nike exclusivamente para ele
10Com preços mais baixos, paulistas passam a dominar sócio-torcedor