“Empresário cria maratona para gerar negócios, arrecada R$ 2 milhões em patrocínio, e consome R$ 5 mi apenas com a organização”

Anuar Tacach
Foto Anuar Tacach Anuar Tacach é, aos 32 anos, diretor corporativo e de desenvolvimento da agência de publicidade Young & Rubicam. Sua carreira na agência do empresário Roberto Justus começou em 2001, quando Tacach assumiu a gerência de atendimento a clientes como o banco Bradesco e o laboratório farmacêutico Pfizer. Em 2005, Tacach se desligou da Y&R para ser sócio da Maestro, agência de promoções e marketing imobiliário, que assim como a agência de publicidade faz parte do Grupo Newcomm. Antes, o empresário já havia passado por grandes agências de propaganda como JW Thompson e Bates Brasil. Na Maestro, Tacach foi o responsável por criar, organizar e promover a Corporate Run. A ligação do empresário com o esporte, porém, vem desde meados dos anos 90, quando começou a praticar a corrida. Desde 1996, Tacach corre uma maratona por ano. Já participou das provas de Nova York, Chicago e Paris. Em 2006, pela primeira vez ele fará duas maratonas num mesmo ano, em Paris e Chicago.

Número do dia

€ 1 bi

Por ano pede a Série A da Itália pelos direitos televisivos; próxima negociação abrangerá período entre 2018 e 2021.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Após venda para Heineken, Brasil Kirin deixa time de vôlei
2Jogo do Flamengo obtém melhor audiência do Brasileirão no Rio
3Palmeiras lança pacote para acompanhar jogo contra Inter pela Copa do Brasil
4Tottenham renova patrocínio máster por mais 5 anos
5Análise: Clubes precisam melhorar a entrega, se quiserem fidelizar patrocínio
6Asics apresenta no Rio novos uniformes da seleção de vôlei
7Robinho encerra imbróglio com Nike e fecha contrato com Adidas
8Com Crefisa, Palmeiras é top 10 entre camisas mais caras do mundo
9Com Djokovic, Lacoste volta a ter presença no tênis
10Análise: Estádio novo já é diferencial no mercado brasileiro