“Responsável por uma base de alunos que chega a 120 mil crianças, o Sesi está reformulando sua educação física e vai investir R$ 5 milhões em projeto de alto rendimento”

Alexandre Meyer
Foto Alexandre Meyer Alexandre Meyer Pflug entrou no esporte como atleta, nadando no clube Pinheiros. Logo foi deslocado para o pólo aquático, onde desenvolveu sua carreira esportiva e chegou até a seleção. Já fora das piscinas, Meyer comandava as aulas de educação física do colégio dos filhos de Paulo Skaff, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo. Certa vez, durante um bate-papo informal em uma reunião entre pais e alunos, o então professor de educação física comentou sobre a importância de um planejamento para o esporte no país. Empolgado, com a ideia, Skaff apostou no projeto de Meyer, que implantou uma equipe de pólo aquático no Sesi. O sucesso da ideia rendeu uma promoção ao professor, que agora comanda o departamento de esportes da entidade e está colocando em prática uma reformulação que consome cerca de R$ 10 milhões anuais.

Número do dia

20 milhões

de dólares custou o novo estádio para 45 mil pessoas do Cerro Porteño, do Paraguai, que foi inaugurado no último fim de semana.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Esporte se levanta contra repercussão de Sportflix
2 Análise: Copa é maior desafio das TVs após bolha
3Grêmio fecha patrocínio com rede hoteleira
4Análise: Esporte deveria se manter longe do jogo político
5Fox Sports oficializa transmissão da Copa do Mundo da Rússia
6Fórmula 1 cria campeonato e entra no mundo dos e-Sports
7Oakley patrocina principal prova de ciclismo da América Latina em SP
8Esporte Interativo transmitirá Copa do Mundo de Ginástica até 2020
9Nike ativa atletas com lançamento de quadra em São Paulo
10NFL fecha parceria para transmissão via plataformas digitais na China