“Responsável por uma base de alunos que chega a 120 mil crianças, o Sesi está reformulando sua educação física e vai investir R$ 5 milhões em projeto de alto rendimento”

Alexandre Meyer
Foto Alexandre Meyer Alexandre Meyer Pflug entrou no esporte como atleta, nadando no clube Pinheiros. Logo foi deslocado para o pólo aquático, onde desenvolveu sua carreira esportiva e chegou até a seleção. Já fora das piscinas, Meyer comandava as aulas de educação física do colégio dos filhos de Paulo Skaff, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo. Certa vez, durante um bate-papo informal em uma reunião entre pais e alunos, o então professor de educação física comentou sobre a importância de um planejamento para o esporte no país. Empolgado, com a ideia, Skaff apostou no projeto de Meyer, que implantou uma equipe de pólo aquático no Sesi. O sucesso da ideia rendeu uma promoção ao professor, que agora comanda o departamento de esportes da entidade e está colocando em prática uma reformulação que consome cerca de R$ 10 milhões anuais.

Número do dia

R$ 1,3 mi

Foi a renda do São Paulo na partida contra o Corinthians; com 51 mil pessoas no Morumbi, time teve seu melhor público no ano.

Autoline

Patrocinado por


Banner

Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Globo apresenta nova divisão de cotas a clubes
2Palmeiras e Botafogo lançam pacotes para acompanhar time na Libertadores
3Anta prepara R$ 1,5 bi para adquirir marcas esportivas
4São Paulo x Corinthians dá recorde de audiência à Globo no domingo
5Botafogo acerta patrocínio máster com Caixa Federal
6Análise: Televisões, no Brasil, ditam a organização do futebol
7Seleção brasileira goleia o Uruguai e a audiência na TV
8Corinthians apresenta patrocínio da Foxlux para barra da camisa
9Com Crefisa, Palmeiras é top 10 entre camisas mais caras do mundo
10Grêmio é sede de Copa dos Refugiados