Fla TV é o canal de clube no YouTube com mais seguidores no Brasil

 

O YouTube lançou nesta segunda-feira (dia 24) a segunda edição do YouTube Insights, que reúne dados de suas principais plataformas, incluindo informações sobre o consumo de esportes através da rede social de compartilhamento de vídeos.

A empresa tem motivos para comemorar: atingiu a marca de 98 milhões de usuários mensais no país, o que representa um aumento de 55,5% nos últimos dois anos.

“Esse crescimento tem relação direta com algumas particularidades do Brasil. Diferentemente de outros países de língua inglesa, o Brasil precisa de uma produção de conteúdo local, o que torna a oferta de vídeos muito interessante e amplia a base de usuários”, afirmou Juliana Simão, product marketing manager do Google.

A pesquisa foi conduzida em um universo de 5.450 pessoas, das classes A, B ou C, moradoras dos principais centros urbanos do país. A ideia do estudo é mostrar ao mercado o potencial publicitário da plataforma digital para empresas e agências.

Segundo os números levantados, 95% dos brasileiros conectados acessam o YouTube pelo menos uma vez por mês. Desse montante, 60 milhões se interessam por esportes. Outros 34 milhões de fãs não têm acesso ao digital. O dado alarmante é que, do grupo que está online, 36 milhões se mantêm sedentários (60%).

O futebol, como era de se esperar, é o esporte que desperta mais interesse entre os brasileiros: 51% dos que têm acesso à internet assistem vídeos relacionados à modalidade pelo YouTube.

Segundo a pesquisa, a rede social ocupa a primeira posição entre os internautas que buscam os gols da rodada, por exemplo, superando os portais esportivos.

 

FTPM, canal feminino para torcedoras de futebol

As mulheres ainda são apenas 20% desse público. Mas vêm ganhando canais especializados, como o “FTPM - Futebol para Mulheres”, apresentado por Anita Efraim, e citado na pesquisa do YouTube.

É um público bastante engajado. Os interessados em futebol acessam 20% mais esse tipo de conteúdo na rede social nos momentos em que estão na escola, faculdade ou trabalho do que os interessados em outros temas.

Também praticam o esporte: 60% jogam futebol com os amigos e 63% usam games do esporte; 30% deles querem aprender dribles e jogadas.

“Apesar de todos os superlativos envolvendo games, o mercado ainda olha para essa categoria como algo que não é tão sério e nosso objetivo é mostrar que essa indústria está cada vez mais profissionalizada”, comentou Marcella Campos, head de marketing B2B do YouTube. 


Notícia YouTube Pesquisa Torcedores Futebol

Número do dia

30 milhões

de dólares deve investir o governo argentino para capacitar o autódromo de Buenos Aires para poder receber uma prova da Fórmula 1.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Sem Rio Open, Asics recorre a emboscada no evento
2Novo contrato entre Ferrari e Philip Morris quer “um mundo livre do fumo”
3Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
4Patrocinadores diversificam ativações no Rio Open
5Adidas põe 3 listras em 6 das 10 camisas mais vendidas do futebol
6Corinthians amplia contrato com a Nike até 2029
7Entre abertas e pagas, Brasil Open fecha com quatro emissoras
8Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
9Argentina negocia para voltar a receber Fórmula 1 em 2019
10Barcelona acredita em 1 bilhão de euros em receitas antes de 2021