Pela primeira vez, o World Series, as partidas decisivas da liga de beisebol dos Estados Unidos, será apresentado por um patrocinador. O evento passará a ter o serviço de vídeo por internet pago do Google, o YouTubeTV, como apoiador neste ano.

Além da exposição no logotipo e no nome do World Series, o Google apostou em mídia na Fox, emissora que fará a transmissão das partidas no mercado americano. A empresa também fará conteúdo para as redes sociais da competição, inclusive com uma ação que levará torcedores aos bastidores dos jogos.

O YouTubeTV é um serviço pago do YouTube que mantém conteúdo de diversas emissoras, ao vivo ou sob demanda. A categoria surgiu em abril deste ano, com mensalidade de US$ 35, e já está disponível na maioria dos estados americanos. Entre os parceiros de mídia, está a própria Fox, que fará a transmissão do World Series.

“Quando estávamos pensando em parcerias para mostrar o poder do YouTubeTV, a Major League Baseball e a World Series formaram o ajuste perfeito. É um ótimo passo seguinte em nossa relação de longo prazo com a liga”, comentou a diretora de parcerias do YouTube, Kelly Merryman.

Com o aumento recente de distribuição do serviço nos Estados Unidos, o YouTubeTV começa a se manifestar para promover com mais força o produto pago. A MLB aparece como o primeiro grande investimento do Google em publicidade. 


Notícia MLB Youtube

Número do dia

30 milhões

de dólares deve investir o governo argentino para capacitar o autódromo de Buenos Aires para poder receber uma prova da Fórmula 1.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Sem Rio Open, Asics recorre a emboscada no evento
2Novo contrato entre Ferrari e Philip Morris quer “um mundo livre do fumo”
3Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
4Patrocinadores diversificam ativações no Rio Open
5Adidas põe 3 listras em 6 das 10 camisas mais vendidas do futebol
6Corinthians amplia contrato com a Nike até 2029
7Entre abertas e pagas, Brasil Open fecha com quatro emissoras
8Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
9Argentina negocia para voltar a receber Fórmula 1 em 2019
10Barcelona acredita em 1 bilhão de euros em receitas antes de 2021