Foto: Reprodução / Site (@williamsf1.com)

A Williams ainda precisa melhorar muito para voltar a ter chances diante de Mercedes, Ferrari e Red Bull. O primeiro passo da equipe britânica para chegar a esse objetivo um dia foi dado nesta terça-feira (13) com a assinatura de um acordo de parceria com a empresa de tecnologia especializada em armazenamento e proteção de dados em nuvem híbrida Acronis.

Pelo acordo, a Acronis será responsável por fornecer soluções inovadoras em proteção de dados para a escuderia. A parceria inclui backup, recuperação de desastres e armazenamento definido por software, além de sincronização e compartilhamento de arquivos.

A intenção da Williams é ter posse dos mais variados dados que são capturados em um fim de semana de corrida, mas sem comprometer a segurança exigida pela Fórmula 1. A escuderia terá acesso aos softwares Acronis Backup, Acronis Storage e Acronis Access Advanced.

“A inovação técnica está no centro de tudo o que fazemos na Williams, e com isso vem uma necessidade crucial de proteger nossos dados. Estamos muito satisfeitos em fazer parceria com a Acronis, cujos valores espelham os nossos para impulsionar tecnologia e inovação. A Acronis protegerá os dados da Williams e os serviços em nuvem com backup, recuperação de desastres e sincronização segura de arquivos, além de compartilhar soluções”, afirmou a vice-diretora da Williams, Claire Williams.

“A Acronis está na vanguarda da tecnologia de proteção de dados e continua a crescer. Velocidade, tecnologia, inovação e a atitude de nunca desistir estão no nosso DNA e isso é o que nos une à Williams”, comentou John Zanni, presidente da Acronis.

Na temporada passada, a escuderia britânica terminou em quinto lugar no Mundial de Construtores. Felipe Massa ficou na 11a posição, uma à frente de seu companheiro de equipe, o canadense Lance Stroll.

Em 2018, com a saída do brasileiro, Stroll fará parceria com o russo Sergey Sirotkin. O novo piloto, aliás, foi o principal trunfo da equipe para a assinatura do novo patrocínio, já que o CEO da Acronis, Serguei Beloussov, também é russo. A duração e os valores do acordo não foram divulgados. 


Notícia Williams F1 Fórmula 1 Acronis dados proteção armazenamento Sergey Sirotkin

Número do dia

900 milhões

de euros deve faturar o Barcelona neste ano, um incremento de 40% em relação à temporada passada; meta é de chegar a 1 bilhão em 2021.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Copa do Nordeste é primeiro torneio do continente a ter produtos licenciados
2Desodorante Axe, da Unilever, fecha com rivais Boca Juniors e River Plate
3Patrocínio da Petrobras é destaque em lançamento de novo carro da McLaren
4Centauro patrocina amistoso do Barcelona em Pernambuco
5Osasuna fecha com Hummel e é mais um a substituir Adidas
6Band abre mão de Copa, que só terá Globo na TV aberta
7Alfa Romeo Sauber acerta patrocínio da Claro na F1
8Empresa de bebidas energéticas pode comprar Force India, da F1
9Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
10Santos faz ação inteligente e usa Dodô errado para anunciar Dodô certo