Aos poucos, o esporte tem se encaixado no mercado de streaming, com transmissões ao vivo sob demanda.

O modelo, já consolidado graças a empresas como a Netflix, já vinha ganhando força com competições menores e com jogos pontuais. Nesta semana, houve uma maior demonstração de seu potencial graças a uma negociação com a Liga dos Campeões.

A DAZN, graças a um acordo com a Sky Alemanha, acertou a compra dos direitos de transmissão da Liga dos Campeões pelos próximos três anos. Pelo contrato assinado, a empresa poderá de exibir a competição por meio online para a Alemanha e para a Áustria. Para conseguir os direitos, a companhia investiu € 600 milhões, cerca de R$ 2,2 bilhões, em números estimados pela Bloomberg.

Criada em 2016, a DAZN pertence à Perform, empresa de conteúdo esportivo do Reino Unido. O objetivo era justamente se apropriar do streaming no esporte, com assinaturas a € 9 para os torcedores. A Liga dos Campeões entrará em um cardápio de direitos esportivos que já inclui as ligas inglesa, espanhola e italiana, além de NBA, NFL e torneios de tênis, rúgbi, entre outros.

Essa é a primeira vez que a Uefa vende o direito de transmissão a uma empresa que exibirá as partidas da Liga dos Campeões exclusivamente em meios digitais. O que não foi divulgado ainda são as plataformas em que a DAZN poderá fazer a transmissão, como site e aplicativos para celular e televisão. 


Notícia Uefa Liga dos Campeões

Número do dia

9 milhões

de reais é o valor estimado dos aparelhos de ginástica que foram instalados no Parque Olímpico e serão usados por atletas profissionais.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
2Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
3Brasil Open fecha com quatro emissoras
4Análise: Neymar não precisava de acordo com a Globo
5Cruzeiro resgata apelido e faz campanha por Libertadores
6Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
7Fundo chinês assume controle do grupo multimídia Mediapro
8Santos refaz acordo com Umbro, que vestirá clube até 2020
9Rede de fast-food argentina fecha com AFA para Copa do Mundo
10SporTV e Samsung fazem parceria e terão aplicativo em 4K para Copa 2018