No primeiro jogo da final da

No primeiro jogo da final da "Lampions", Campinense fez 2 a 1 no ASA - Crédito Divulgação

No próximo domingo, haverá a final da "Lampions League". Isso mesmo: "Lampions League". O termo, automaticamente, nos faz remeter a uma tradicional e glamorosa competição europeia de clubes de futebol, a Champions League. Mas, na verdade, estamos falando de algo completamente diferente.

Trata-se da Copa do Nordeste. A alcunha, que nitidamente faz uma brincadeira com o certame do velho continente, foi criada pelo próprio povo nordestino. "Lampions" se refere a Lampião, personagem histórico da região que, no início do século XX, junto de seu bando, roubava comerciantes e fazendeiros e distribuía o dinheiro aos mais pobres, apesar de ter ficado conhecido também por seus atos de crueldade. Acontece que a brincadeira deu certo. E a nomenclatura caiu nas graças dos brasileiros.

Até mesmo formadores de opinião do meio esportivo passaram a utilizar o apelido. Xico Sá, jornalista, escritor e colunista de seis jornais, entre eles a Folha de S. Paulo, foi um dos que aderiu à iniciativa.

“Só a "Lampions League" salva a essa altura da barbárie. É assim que o empolgante torneio do país é chamado nas melhores bodegas da região e nas redes sociais. A "Lampions" que tem o ASA de Arapiraca e o Campinense na disputa”, relatou Sá.

Empresas também aproveitaram o mote para lançar produtos com a marca. A Nordwest, fabricante cearense de roupas, por exemplo, divulgou em seu Facebook um esboço de camisa com um logotipo da "Lampions".

No símbolo, as estrelas da Champions League aparecem sob um chapéu típico do povo nordestino, utilizado, inclusive, pelo próprio Lampião. O público aprovou o modelo, o que levou a companhia a decidir que produzirá a peça.

Em contrapartida, nem todos deixaram de chamar a competição de Copa do Nordeste. É o caso do Esporte Interativo, emissora nacional que detém seus direitos comerciais e de transmissão pelos próximos dez anos.

Há dois motivos para isso. Primeiramente, o canal corria o risco de “matar” o nome Copa do Nordeste, caso passasse a denominá-la "Lampions League", uma vez que isso poderia afetar as negociações envolvendo o campeonato.

Em segundo lugar, o Esporte Interativo também televisiona partidas da Champions League. Até por conta disso, não poderia usar um nome parecido para chamar outro certame do qual exibe jogos.  

“Nós não utilizamos editorialmente o termo "Lampions League", mas, obviamente, damos voz aos torcedores que carinhosamente estão fazendo essa associação da competição com a Champions League, principalmente pelas redes sociais”, afirmou Felipe Aquilino, gerente de marketing do Esporte Interativo, que alerta não existir licenciamento oficial da marca "Lampions League".

“Esse movimento surgiu dos próprios fãs e formadores de opinião, em função do formato do campeonato, no qual campeões e vice-campeões de cada estado se enfrentam em fases de grupo e mata-mata parecidas com as da Champions League. Além disso, outras ações da organização, como o tour da taça, são muito semelhantes”, explicou Aquilino.

A emissora do executivo transmitiu todas as partidas da Copa do Nordeste. Neste domingo, exibirá o último confronto do torneio: o segundo duelo da final, entre ASA, de Arapiraca, Alagoas, e Campinense, de Campina Grande, Paraíba.

O jogo será realizado no estádio Amigão, em Campina Grande. Na ida, em Arapiraca, os visitantes bateram o time da casa por 2 a 1.     


Notícia Copa do Nordeste Marketing

Número do dia

R$ 151 mi

Faturou o Palmeiras nos quatro primeiros meses deste ano; valor é R$ 39,5 milhões maior em relação a 2016.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Dono do Manchester City negocia compra time na Espanha
2Flamengo atinge metas e tenta rentabilizar redes
3Com naming right, G League tem aumento de 4 times na próxima temporada
4Globo tem melhor início de Brasileiro em mais de uma década
5Copa das Confederações perde audiência no fim de semana
6Donos põem Fiorentina à venda
7Schalke 04 deixa Adidas e assina com Umbro
8Allianz Parque terá descida de rapel da cobertura ao gramado
9Coritiba veta estádio, e Atlético sofre com evento
10Análise: Rede deve gerar mais entrega do que receita aos clubes