A Semp resolveu usar o patrocínio ao Santos para criar conteúdo para suas redes sociais. Mas os vídeos não estarão diretamente relacionados com o futebol; a ideia da empresa é contar um pouco da vida pessoal dos jogadores, com uma websérie que relacionará o cotidiano deles com os produtos da marca de eletrônicos.

O programa irá se chamar “Batendo um Bolão” e será exibido nas redes sociais da companhia entre os dias 1 e 12 de outubro. A primeira temporada será focada nas esposas de três jogadores: do atacante Kayke, do zagueiro David Brás e do goleiro Vanderlei. Elas irão fazer uma disputa culinária com produtos da Semp, e a autora do melhor prato ganhará uma televisão de 75 polegadas, 4K, da marca.

O plano da empresa é mostrar a nova linha de eletroportáteis da Semp, que tem como principal atração a facilidade do uso. Como o objetivo é mostrar como funcionam os objetos em situações comuns do cotidiano, as três participantes terão limitações de ingredientes nas receitas; só serão aceitos aqueles usados no dia a dia dos casais.

“Nossos consumidores, assim como as esposas dos jogadores, são pessoas que procuram esses produtos para terem praticidade, agilidade e comida bem executada. Tentamos mostrar isso no programa”, comentou o diretor de engenharia e qualidade da Semp, Maximiliano Dominguez.

A próxima temporada da websérie também já está planejada. Nesse passo, os protagonistas serão os torcedores do Santos. Serão selecionados três sócios-torcedores do clube paulista, que farão uma competição semelhante. Mas um rosto famoso do time não foi descartado: o juiz da competição será o técnico da equipe, Levir Culpi.

Com a estratégia, a Semp aproveita um ponto forte da comunicação do Santos: o conteúdo em vídeo nas redes sociais. O clube tem um dos canais de Youtube mais seguido entre os times nacionais, com mais de 450 mil inscritos. Apesar de as gravações ficarem nas redes da Semp, os torcedores já têm o costume de acompanhar esse tipo de produção.

A Semp, que chegou a ser patrocinadora máster do Santos em 2007, acertou um contrato com a equipe em junho deste ano. Pelo acordo, a marca fica exposta nas mangas do uniforme santista, em um acordo válido até o fim deste ano.


Notícia Semp Santos Ativação

Número do dia

30 milhões

de dólares deve investir o governo argentino para capacitar o autódromo de Buenos Aires para poder receber uma prova da Fórmula 1.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Sem Rio Open, Asics recorre a emboscada no evento
2Novo contrato entre Ferrari e Philip Morris quer “um mundo livre do fumo”
3Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
4Patrocinadores diversificam ativações no Rio Open
5Adidas põe 3 listras em 6 das 10 camisas mais vendidas do futebol
6Corinthians amplia contrato com a Nike até 2029
7Entre abertas e pagas, Brasil Open fecha com quatro emissoras
8Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
9Argentina negocia para voltar a receber Fórmula 1 em 2019
10Barcelona acredita em 1 bilhão de euros em receitas antes de 2021