Foto: Reprodução / Twitter (@MapleLeafs)

Uma das principais instituições financeiras das Américas, o Scotiabank, chegou a um acordo com o Maple Leaf Sports and Entertainment (MLSE) e terá os naming rights do ginásio de esportes em Toronto, no Canadá, que eram da Air Canada desde fevereiro de 1999. O local recebe jogos do Toronto Raptors, da NBA, e do Toronto Maple Leafs, da NHL, e o contrato passará a valer em 1º de julho de 2018.

Segundo a imprensa canadense, oito empresas estavam interessadas nos naming rights. O Scotiabank vai desembolsar 800 milhões de dólares no total para dar nome ao ginásio pelos próximos 20 anos. Para se ter uma ideia da diferença, quando assinou por 20 anos em 1999, a Air Canada pagou dez vezes menos, ou seja, 80 milhões de dólares.

De acordo com a The Sports Network (TSN), rede canadense de televisão por assinatura, este será o maior valor pago por naming rights da história do esporte norte-americano (já que tanto o Raptors como o Maple Leafs disputam campeonatos dos Estados Unidos).

"Nos últimos 18 anos, o Centro Air Canada não só foi o lar de Maple Leafs e Raptors, mas também hospedou centenas de concertos e outros eventos populares da indústria do entretenimento. Isso ajudou a contribuir com a merecida reputação de Toronto como um dos principais destinos mundiais de esportes e entretenimento ", declarou Larry Tanenbaum, presidente do conselho do MLSE.

Como parte do acordo entre MLSE e Scotiabank, os dois lados ainda prometeram colaborar para criar um centro de excelência digital com o intuito de ajudar a impulsionar programas de fãs e de engajamento de clientes.

O Scotiabank, que tem sua sede em Toronto, possui laços estreitos com o mundo dos esportes há algum tempo. A instituição financeira é patrocinadora de longo prazo da NHL, além de apoiar o Toronto Maple Leafs. Desde o final do ano passado e pelas próximas duas temporadas, também é um patrocinador regional do Barcelona nas Américas.


Notícia Toronto Maple Leafs Raptors Scotiabank Air Canada patrocínio