Foto: Reprodução

A investida do Esporte Interativo nos direitos de transmissão do futebol brasileiro sofreu um golpe. O Santos assinou contrato com o Grupo Globo para transmitir seus jogos na TV aberta e no pay-per-view no período entre 2019 e 2024, enfraquecendo o grupo dos times que estão com o EI na TV paga.

O negócio, revelado pelo jornalista Eduardo Ohata em seu blog e confirmado pela reportagem, frustra a ideia de se criar um grupo com os principais clubes que têm contrato com o EI para negociarem em bloco com a Globo os direitos para TV aberta e PPV.

O projeto era encabeçado por Mario Celso Petraglia, homem-forte do Atlético Paranaense, que pretendia unir Santos, Palmeiras, Coritiba e Internacional para negociarem coletivamente.

Os cinco são os principais clubes que disputam o Campeonato Brasileiro e assinaram com o EI para a TV paga a partir do ano que vem. 

"Com orgulho e alegria, confirmamos hoje acordo com o Santos referente aos direitos de TV aberta e pay-per-view da Série A para as próximas temporadas, reforçando assim o conjunto de clubes no novo modelo de 2019 a 2024", afirmou Fernando Manuel Pinto, diretor de direitos esportivos da Globo, ao Blog do Ohata.

A assinatura do acordo faz parte de um plano de reaproximação com a emissora carioca traçado por José Carlos Peres, novo presidente santista, que assumiu o mandato no começo deste ano. O dirigente tem estudado até mesmo a possibilidade de extinguir o contrato com o EI e assinar também com o SporTV, algo que pode ser inviabilizado pela multa a ser paga ao canal da Turner. 

"Entendemos os veículos de mídia e imprensa como parceiros, e não inimigos. Não nos cabe pré-julgamento. Nos cabe ouvir a todos para buscar o melhor para o clube. E isso inclui, claro, ouvir um grande player como a Rede Globo. Queremos ouvir a Globo para negociarmos o que for melhor para o Santos. É esse 'melhor para o Santos' que não abrimos mão", declarou Peres, pouco depois de ser eleito presidente do Santos, em janeiro.

A Globo ainda negocia com Palmeiras, Atlético Paranaense, Coritiba e Internacional os direitos para TV aberta e PPV do Brasileiro. Esses são os principais clubes que estão com o EI e ainda não assinaram com a emissora. Além deles, o São Paulo negocia essa renovação. Até agora, 28 clubes já fecharam com a Globo na TV aberta.

Em sua proposta para os clubes, o Esporte Interativo chegou a prometer uma compensação financeira para aqueles que não tiverem acordo na TV aberta. O canal poderia exibir jogos entre as equipes com quem tem contrato nas parabólicas. Já o PPV teria de ser criado pela emissora para poder ser viabilizado.


Notícia Santos Globo transmissão pay-per-view acordo negociação Esporte Interativo Campeonato Brasileiro Brasileirão