Revista Máquina do Esporte - Edição 6

J. Hawilla figura na lista dos 100 homens mais influentes do futebol mundial. Agora ele surge como o "salvador da pátria" dos clubes brasileiros. Mas será que Hawilla é o futuro do esporte? Em entrevista exclusiva, o chefão da Traffic conta por que migrou para o polêmico mercado de transferência de atletas e diz que os clubes não conhecem o poder de suas marcas. Situação bem diferente da Inglaterra, em que o futebol virou sinônimo de estádios lotados, dinheiro e troféus para os britânicos. Veja ainda o que Guga provocou no mercado do tênis em dez anos de carreira. E muito mais na primeira revista sobre marketing esportivo do Brasil.


R$ 10.00


Loja

Número do dia

9 milhões

de reais é o valor estimado dos aparelhos de ginástica que foram instalados no Parque Olímpico e serão usados por atletas profissionais.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Entre abertas e pagas, Brasil Open fecha com quatro emissoras
2Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
3Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
4Sem Rio Open, Asics recorre a emboscada no evento
5Novo contrato entre Ferrari e Philip Morris quer “um mundo livre do fumo”
6Corinthians amplia contrato com a Nike até 2029
7Rede de fast-food argentina fecha com AFA para Copa do Mundo
8Análise: Neymar não precisava de acordo com a Globo
9Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
10Cruzeiro resgata apelido e faz campanha por Libertadores