No primeiro semestre de 2016, o São Paulo anunciou o patrocínio da rede de restaurante Rock & Ribs, que expos a marca no calção do uniforme do time. A ideia era divulgar a unidade que seria instalada no Morumbi, mas a história não terminou bem para o clube.

Segundo a “Folha de S.Paulo”, a empresa pagou apenas dois meses das parcelas mensais que deveriam ser repassadas ao clube pelo patrocínio. Pelo contrato entre a rede de restaurante e o time, o aporte no calção renderia R$ 650 mil, enquanto que o aluguel no Morumbi geraria mais R$ 780 mil, além de participação nos lucros.

Além de perder a verba, o time ainda ficou com um espaço vago no Morumbi, já que o restaurante não será mais construído. Antes, havia um contrato com o Copa para a área, mais ele não foi renovado justamente porque o clube havia fechado com o Rock & Ribs.

“A​ ​Rock​ ​&​ ​Ribs​ ​propôs​ ​diversos​ ​acordos,​ ​nenhum​ ​foi​ ​cumprido.​ ​O​ ​São​ ​Paulo​ ​entrou com​ ​ação​ ​de​ ​execução​ ​do​ ​contrato,​ ​e​ ​a​ ​Justiça​ ​já​ ​determinou​ ​que​ ​o​ ​valor​ ​seja​ ​pago​ ​pela​ ​empresa ao​ ​clube”, afirmou o diretor de marketing do São Paulo, Vinícius Pinotti, à “Folha de S.Paulo”.

Em 2016, o clube decidiu retirar a marca do uniforme quando parou de receber as parcelas do parceiro. No total, a Rock & Ribs arcou com cerca de R$ 160 mil de seus compromissos em contrato. 


Notícia São Paulo Rock & Ribs