Vista interna do Centro de Treinamento do remo

O Centro de Treinamento de Formação  e de Alta Performance foi inaugurado na noite de quarta-feira (dia 18), no estádio de remo da Lagoa (zona sul do Rio), como parte do legado dos Jogos 2016.

O CT visa detectar a formar remadores para competir em nível internacional, além e oferecer apoio técnico e infraestrutura para clubes e instituições esportivas. No espaço, os atletas vão contar com sala de musculação, material esportivo, salas de avaliação médica e fisioterápica, consultório odontológico, dormitórios, copa e cozinha, remoergômetros, simuladores e analisador de lactato, entre outros itens.

“Nosso objetivo é proporcionar um local adequado para treinamento de alta performance. Vamos promover a divulgação do remo como atividade escolar recreativa e incentivar a integração com os municípios do Estado do Rio, além de fomentar o intercâmbio com atletas estrangeiros”, afirmou Paulo Carvalho, presidente da Federação de Remo do Rio, que irá gerir o espaço.

O Laboratório de Fisiologia do Exercício Experimental e Aplicada da UFF (Universidade Federal Fluminense) será responsável pela parte médica e fisioterápica do CT.

“Colocaremos nossa infraestrutura e pessoal à disposição do CT, provendo intercâmbio científico e a realização de projetos de pesquisa”, afirmou Pedro Paulo Soares, professor da UFF e coordenador do laboratório.


Notícia Remo Centro de Treinamento Legado Olimpíada Rio 2016

Número do dia

R$ 151 mi

Faturou o Palmeiras nos quatro primeiros meses deste ano; valor é R$ 39,5 milhões maior em relação a 2016.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Palmeiras gera nova alta na audiência da Globo
2Grêmio fecha com rede de lojas parceira da Apple
3Nike apresenta uniformes para nova temporada da NBA
4Juventus oficializa patrocínio na barra da camisa
5Flamengo faz série de ações para sócios em nova arena
6Fluminense inaugura 3ª loja oficial em Nova Iguaçu
7Com público e mídia, Brasileirão feminino ganha força
8Magnus amplia investimentos no esporte e aposta em jovens do Santos
9Análise: O que falta para o futebol feminino deslanchar?
10Harlem Globetrotters farão turnê no Brasil