A Ponte Preta está com um fornecedor de material esportivo novo. Após anunciar que não chegou a um acordo para continuar com a Adidas, o clube do interior paulista fechou com a Topper, marca que já patrocina o Guarani, principal rival da Macaca.

“A saída ocorre em comum acordo e de maneira amigável, e agradecemos à Adidas por este período que foi muito bom para os dois lados. Já estamos com negociações avançadas e devemos anunciar muito em breve um novo fornecedor de material esportivo. Independentemente disso, porém, utilizaremos o material da Adidas até julho de 2018”, afirmou Eric Silveira, diretor de Marketing da Ponte Preta.

Foto: Reprodução / Twitter (@aapp_oficial)

O acordo com a Topper, no entanto, já está oficializado, inclusive com uma postagem nas redes sociais do clube feita na noite desta quarta-feira (16). A própria marca divulgou a representantes comerciais que fará o lançamento da nova coleção de uniformes do time no início da semana que vem, em Campinas.

Antes de fechar com a Topper, a Ponte Preta chegou a ter conversas com outras marcas, como Nike, Umbro e Penalty, mas não chegou a um acordo. Havia também a possibilidade de escolha de uma marca própria, a exemplo do que faz o Paysandu, rival de Série B, mas a proposta da Topper foi mais atrativa.

Vale a pena lembrar que a Adidas ficou no clube de Campinas por três anos e que tinha contrato assinado até dezembro de 2019. A marca alemã, no entanto, decidiu mudar sua política de atuação no mercado brasileiro e preferiu antecipar o encerramento do acordo.

Já em relação à Topper, esta não será a primeira passagem da marca pelo clube. A parceria já existiu entre as décadas de 1980 e 1990, quando a empresa chegou a estampar também o uniforme do time de basquete bicampeão mundial da Ponte Preta em 1993 e 1994, que contava, entre outros grandes nomes, com Hortência e Paula.


Notícia Ponte Preta Topper Adidas patrocínio uniformes marketing Série B