Foto: Divulgação

A PEAK, marca chinesa de produtos esportivos, lançou seu primeiro sapato de basquete feito com impressão 3D. A empresa é uma das primeiras do mundo a usar esse tipo de tecnologia e faz isso desde 2014, quando adquiriu um dos mais avançados equipamentos de impressão 3D do mundo.

Com a criação do sapato de basquete, chamado de Dwight Howard III, a PEAK se tornou a marca esportiva líder mundial em P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) e aplicação da tecnologia de impressão 3D. No último mês de maio, a marca já havia lançado o FUTURE I, tênis de corrida também produzido com a nova tecnologia.

Com base na tecnologia, agora bastante amadurecida, e apoiada pela pesquisa científica anteriormente aplicada ao tênis de corrida feito com impressão 3D da marca, a PEAK criou a tecnologia de sinterização seletiva a laser (SLS) e o protótipo de impressão dos mais flexíveis e leves pós de poliuretano termoplástico (TPU) no projeto.

"Estes sapatos possuem obviamente maior desempenho do que os tradicionais. Percebi que as solas e as laterais da parte da frente, feitas com impressão 3D, permitem uma experiência de uso mais confortável. Talvez, um dia, no futuro, vocês me verão usando os sapatos de basquete feitos com impressão 3D, um calçado criado com base em pesquisa e desenvolvimento realizados pela PEAK, durante uma competição da NBA", afirmou Dwight Howard, pivô do Charlotte Hornets, que dá nome ao sapato.

O Dwight Howard III utiliza uma estrutura reticular 3D no meio do solado, enquanto usa estrutura de TPU feita com impressão 3D para as laterais da parte da frente, ultrapassando os limites existentes da estrutura do desenho e expandindo o espaço no qual os designers puderam usar uma maior criatividade.

"Como uma nova tecnologia de criação de protótipos e de processamento, a impressão 3D é de grande significado para as marcas esportivas chinesas e para a estratégia 'Feito na China' para 2025", afirmou Xu Zhihua, gerente geral da PEAK.

De acordo com Zhihua, a ideia da PEAK é aplicar a tecnologia de impressão 3D em mais artefatos no futuro, sempre com a intenção de fornecer produtos inovadores aos consumidores. "Nosso objetivo é transformar a PEAK na marca esportiva profissional líder mundial, através de inovação constante e de contínua expansão nos mercados internacionais", acrescentou.


Notícia Dwight Howard PEAK basquete sapato impressão 3D

Número do dia

10 milhões

de reais espera faturar o São Paulo com o aluguel do estádio do Morumbi para shows musicais no segundo semestre deste ano.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Adidas supera Jordan e persegue Nike em vendas de tênis nos EUA
2Relatório: Quase metade das franquias da NBA perde dinheiro
3Neymar vende 4 mil camisas por dia desde que chegou ao PSG
4COB apresenta Peak, que premiará atletas com medalhas
5Análise: PSG não conseguirá mensurar sucesso de Neymar
6Máquina promove "Café com Medalha" na Bahia
7Trio Alimentos fecha com principal prova de ciclismo da América Latina em SP
8Nike lança novas camisas da NBA e inova com aplicativo conectado
9Ministério do Esporte terá corte de 87% do orçamento, diz blog
10Fluminense celebra números em série de ações nas redes