A Liga dos Campeões tomou conta de Kiev. E como não podia ser diferente, há ativações do torneio espalhadas por vários cantos da cidade, em especial nos pontos turísticos.

O principal deles é a Catedral de Santa Sophia, que ficou pronta no ano de 537 e foi a primeira construção ucraniana a ser considerada patrimônio mundial da Unesco.

Na frente da catedral, a Uefa colocou uma imensa taça inflável da Liga dos Campeões. Nem é preciso dizer que o local vive lotado de turistas com seus celulares e máquinas fotográficas.

Ali perto, alguns metros adiante, fica outra construção monumental. É o Mosteiro de São Miguel das Cúpulas Douradas, onde a Uefa decidiu colocar apenas um pequeno totem em forma de estrela lembrando a final.

Em outra parte da cidade, há o Museu da Segunda Guerra Mundial, onde fica a estátua da Mãe Pátria, construída em homenagem às 13 cidades soviéticas que resistiram à invasão nazista. Cada uma das 13 cidades tem um monumento que lembra essa parte da história. A de Kiev é uma estátua toda feita em aço inoxidável, com 68 metros de altura e 590 toneladas. É maior, inclusive, que a Estátua da Liberdade, de Nova York.

O local também tem uma série de armas e veículos de transporte usados na guerra em exposição. Talvez pelo fato do assunto ser pesado e do local ser um pouco mais afastado do centro, a Uefa decidiu não fazer ativações ali.

Em uma rua próxima ao estádio, a entidade colocou a hashtag #UCLfinal e transformou todos os vasos com plantas no alto dos postes ao longo da rua em bolas de futebol com banners dos patrocinadores.

Com relação às marcas, aliás, as estratégias ficam claras à medida que se anda pela cidade.

A Adidas, por exemplo, colocou bolas infláveis gigantes em locais famosos como museus e teatros.

Já a Nissan desfila seus carros com o logo da Liga dos Campeões por toda a cidade.

A Heineken, assim como a PepsiCo, armou tendas em alguns bares espalhados pela cidade, em especial na região central e perto do Estádio Olímpico, local da final.

As duas marcas também podem ser vistas em banners, outdoors, relógios de rua e até na parte de trás de bancas de jornal. Essa também é a estratégia da MasterCard e da Sony.

*O reporter viajou a convite da Nissan


Notícia Liga dos Campeões Ativação