A MSL, liga de futebol dos Estados Unidos, vive um momento de expectativa: quatro times brigam por duas vagas na principal divisão do país. Essa disputa, no entanto, em nada lembra as divisões de acesso da Europa e da América do Sul. Ela é nos bastidores, com muito dinheiro, como gostam de fazer os americanos.

A disputa começou no início deste ano, quando a MLS abriu novas vagas para a temporada do futebol. Doze equipes se candidataram à vaga, mas apenas quatro sobreviveram ao processo. Na quarta-feira (06), times de Cincinnati, Nashville, Detroit e Sacramento fizeram suas apresentações finais à liga e esperam o resultado nos próximos dias.

Os critérios para a entrada variam entre aqueles mais objetivos, como a presença de um estádio com boa estrutura, até valores que podem flutuar, como a credibilidade dos investidores da equipe. Nenhum deles escapa do investimento inicial para entrar na MLS, que foi multiplicado nos últimos anos e hoje está em cerca de US$ 150 milhões.

Além dos empresários por trás dos projetos, há também o apoio público nas empreitadas. A prefeitura de Nashville é um exemplo. A capital do Tennessee já se comprometeu a arcar US$ 225 milhões no novo estádio do time de futebol, enquanto o dono da equipe John Ingram, que também possui o Minnesota Vikings da NFL, arcará com apenas US$ 25 milhões da arena. 

Ingram não é o único que já pertence ao mundo do esporte dos Estados Unidos. Dan Gilbert, dono do Cleveland Cavaliers da NBA, é o responsável pelo time de Detroit. Em Sacramento, Kevin Nagle possui o Sacramento Kings, também da NBA. Todos apostam agora no crescimento da MLS e do futebol nos Estados Unidos.


Notícia MLS Futebol Gestão

Número do dia

350 mil

euros deve receber cada jogador da Alemanha por uma eventual conquista da Copa do Mundo de 2018, disse a federação alemã.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Fifa ameaça tirar a Espanha da Copa do Mundo de 2018
2Bundesliga cria regra, e clubes terão funcionários dedicados aos torcedores
3Disney compra parte da Fox em transação bilionária e cresce no esporte
4Globo bate recorde de audiência no RJ com o Flamengo
5Corinthians amplia contrato com a Nike até 2029
6Análise: Fox decide abrir mão de briga do streaming
7TOP 10 – Os dez clubes de maior destaque na última década
8Arena de Pernambuco será palco do primeiro jogo do Barcelona no Brasil
9Puma vibra com conquista do Independiente na Sul-Americana
10Estados Unidos querem ser sede permanente de Copa América