Breaking2, projeto voltado ao  mercado running

A Nike anunciou um plano de reestruturação que implica a demissão de 2% de seu plantel global de cerca de 70.700 empregados. Com o ajuste, a empresa deve dispensar cerca de 1.400 funcionários em todo o mundo.

O anúncio do corte de pessoal provocou uma queda de 2,6% no valor das ações da Nike na bolsa de Nova York na última quinta-feira (dia 15). No ano, as ações da Nike experimentaram crescimento de 4,7%.

Com as mudanças, a empresa de material esportivo pretende criar uma estrutura corporativa que irá agir em torno de 12 cidades no mundo, entre elas Nova York, Londres e Tóquio. A ideia é que os grandes centros urbanos representem 80% do crescimento da companhia até 2020.

De agora em diante, a Nike irá dividir suas operações em quatro territórios: América do Norte; Europa, Oriente Médio e África; China e Ásia; e América Latina. Cada região terá um vice-presidente.

As mudanças também farão a Nike acabar com 25% da variedade de produtos, reduzindo seu ciclo de produção pela metade, segundo o site norte-americano Marketwatch, especializado em negócios.

A empresa também criou a divisão Nike Direct na tentativa de aumentar as vendas diretas com o consumidor. Heid O’Neill, presidente da Nike, e Adam Sussman, diretor geral da área digital, estarão à frente dessa nova frente interna. Já Michael Spillane será o responsável pela divisão de categorias e produtos. 


Notícia Nike Negócios Demissão Reestruturação

Número do dia

9 milhões

de reais é o valor estimado dos aparelhos de ginástica que foram instalados no Parque Olímpico e serão usados por atletas profissionais.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
2Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
3Brasil Open fecha com quatro emissoras
4Análise: Neymar não precisava de acordo com a Globo
5Cruzeiro resgata apelido e faz campanha por Libertadores
6Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
7Fundo chinês assume controle do grupo multimídia Mediapro
8Santos refaz acordo com Umbro, que vestirá clube até 2020
9Rede de fast-food argentina fecha com AFA para Copa do Mundo
10SporTV e Samsung fazem parceria e terão aplicativo em 4K para Copa 2018